Altas de mais de 3% do petróleo dão suporte para açúcar nesta 3ª

Publicado em 21/12/2021 16:33 91 exibições
Mercado em NY e Londres também corrigiu tecnicamente perdas registradas na sessão anterior

Logotipo Notícias Agrícolas

Os contratos futuros do açúcar fecharam a sessão desta terça-feira (21) com altas moderadas nas bolsas de Nova York e Londres. O mercado do adoçante teve ajustes técnicos e acompanhou as oscilações do petróleo no dia, com altas de mais de 3%.

O principal vencimento do açúcar bruto na Bolsa de Nova York subiu 0,81%, cotado a US$ 18,74 c/lb, com máxima de 18,78 c/lb e mínima de 18,57 c/lb. Em Londres, o tipo branco teve valorização de 0,88% no dia, a US$ 492,10 a tonelada.

Depois de queda expressiva na sessão anterior, o dia foi de ajuste de posições para o mercado do açúcar desde o início dos trabalhos desta terça. Além disso, o mercado acompanhou a disparada do petróleo com melhores perspectivas da demanda.

O óleo avançava mais de 3% próximo da finalização dos trabalhos na Bolsa de Nova York no dia. As oscilações nos preços da matéria-prima para a produção de combustível ditam a decisão das usinas sobre o mix da safra, voltado para etanol ou para açúcar.

“Depois de alguns dias difíceis, os preços do petróleo estão se recuperando, já que grande parte da barreira de preocupação da Covid foi precificada”, disse Edward Moya, analista sênior da OANDA para a agência de notícias Reuters.

Além disso, o dólar chegou a trabalhar em leve queda sobre o real, o que tende a desencorajar as exportações das commodities e dá suporte aos preços.

Nos fundamentos, operadores no mercado do adoçante ainda acompanhavam as informações sobre as exportações da Índia, além da atual e da nova safra brasileira de cana, que apresenta melhor condição do que se estimava anteriormente.

"Eles [operadores] observaram que os fundamentos básicos permanecem favoráveis, com muitos esperando um pequeno déficit global na temporada 2021/22", destacou a agência de notícias Reuters sobre o mercado nesta terça-feira.

MERCADO INTERNO

Os preços do açúcar continuam em alta, apesar de quedas pontuais de preço nos últimos dias.

No último dia de negociação, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, caiu 0,93%, negociado a R$ 153,03 a saca de 50 kg.

Já nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, o açúcar ficou cotado a R$ 150,63 a saca - estável, segundo dados levantados pela consultoria Datagro. O açúcar VHP, em Santos (SP), tinha no último dia de apuração o preço FOB a US$ 19,16 c/lb com perda de 2,75%.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário