Açúcar fecha sessão desta 3ª feira com altas de mais de 1% em NY e Londres

Publicado em 11/01/2022 18:02 31 exibições
Mercado reagiu com suporte do financeiro depois de seis sessões seguidas no vermelho

Logotipo Notícias Agrícolas

Os futuros do açúcar tiveram alta de mais de 1% nas bolsas de Nova York e Londres na sessão desta terça-feira (11). O mercado teve suporte importante do financeiro, além de ajuste de posições depois de recuar nos últimos seis dias seguidos.

O principal vencimento do açúcar bruto na Bolsa de Nova York saltou 1,57%, cotado a US$ 18,11 c/lb, com máxima de 18,21 c/lb e mínima de 17,85 c/lb. Em Londres, o primeiro vencimento teve valorização de 1,77%, negociado a US$ 489,80 a tonelada.

Depois de recuar nas últimas seis sessões acompanhando a safra positiva das origens, o mercado do açúcar teve suporte importante do financeiro, com petróleo e câmbio nesta sessão de terça-feira, além de ajuste de posições ante a véspera.

O óleo do tipo Brent e WTI saltaram cerca de 3% nesta sessão em meio melhores expectativas da demanda.

"Apesar do aumento contínuo dos casos da ômicron, os governos europeus consideraram que agora é a hora certa de aliviar as restrições, aumentando as esperanças de recuperação da demanda por petróleo", disse Tamas Varga, da corretora de petróleo PVM.

Ainda no mercado financeiro, o mercado do adoçante também teve suporte da forte queda do dólar sobre o real com exterior arisco e foco para o a cena fiscal doméstica, o que tende a desencorajar as exportações das commodities, mas dá suporte aos preços externos.

Nos fundamentos, o cenário é de baixa no curto prazo diante das informações mais positivas sobre o desenvolvimento da nova safra do Brasil, principal produtor do adoçante no mundo. Além disso, a colheita na Ásia também avança positivamente.

MERCADO INTERNO

O mercado do açúcar segue em alta no Brasil, mas dias de baixas pontuais. No último dia de negociação, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, caiu 1,04%, negociado a R$ 151,34 a saca de 50 kg.

De acordo com pesquisadores do Cepea, a demanda tem sido pequena, com boa parte dos compradores ainda em recesso. A oferta do cristal, por sua vez, segue restrita neste período de entressafra, mas algumas usinas baixaram os preços de venda.

Já nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, o açúcar ficou cotado a R$ 151,90 a saca - estável, segundo dados levantados pela consultoria Datagro. O açúcar VHP, em Santos (SP), tinha no último dia de apuração o preço FOB a US$ 18,79 c/lb com alta de 1,58%.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário