Açúcar recua em NY e Londres com realização de lucros nesta 5ª feira

Publicado em 20/01/2022 16:37 e atualizado em 21/01/2022 12:57 76 exibições
Mercado do adoçante ainda segue acompanhando oscilações do financeiro, além das origens

Logotipo Notícias Agrícolas

As cotações futuras do açúcar encerraram a sessão desta quinta-feira (20) com perdas moderadas nas bolsas de Nova York e Londres. O mercado acompanhou o financeiro, mas acabou fechando em baixa com realização de lucros.

O principal vencimento do açúcar bruto na Bolsa de Nova York caiu 0,73%, cotado a US$ 18,93 c/lb, com máxima de 19,29 c/lb e mínima de 18,87 c/lb. Em Londres, o primeiro vencimento recuou 0,55%, negociado a US$ 507,30 a tonelada.

"O mercado voltou a operar acima de US$ 19 c/lb depois de ter se desvalorizado muito no início desse ano... Essa desvalorização de hoje parece ter sido alguma realização de lucro", explica Rafaela Souza, analista de mercado da StoneX.

O dia foi oscilação dos dois lados da tabela nas bolsas externas do açúcar. O suporte vinha da valorização do petróleo no cenário internacional em parte do dia, além oscilações do dólar sobre o real, com queda de mais de 1%.

As oscilações do petróleo impactam diretamente na decisão das usinas sobre o mix, se será mais alcooleiro ou açucareiro.

O dólar mais baixo sobre o real tende a desencorajar as exportações das commodities, mas em compensação dá suporte aos preços externos. A moeda estrangeira tinha desvalorização de mais de 1% nesta tarde.

Nos fundamentos, depois que os preços do açúcar caíram para US$ 18 c/lb, o mercado tem visto a saída da Índia das negociações externas. Apesar disso, há limitação com as expectativas positivas da safra do Brasil e da Ásia.

A Archer Consulting divulgou nesta quarta que estima a moagem de cana-de-açúcar na safra 2022/23 do Centro-Sul do Brasil em 555 milhões de toneladas. Uma queda de 6,39% em relação ao ciclo de produção anterior.

MERCADO INTERNO

Os preços do açúcar no mercado brasileiro seguem elevados. No último dia de negociação, o Indicador CEPEA/ESALQ do açúcar, cor Icumsa de 130 a 180, mercado paulista, saltou 0,41%, negociado a R$ 151,46 a saca de 50 kg.

Já nas regiões Norte e Nordeste do Brasil, o açúcar ficou cotado a R$ 153,65 a saca - estável, segundo dados levantados pela consultoria Datagro. O açúcar VHP, em Santos (SP), tinha no último dia de apuração o preço FOB a US$ 19,79 c/lb com alta de 2,21%.

» Clique e veja as cotações completas de sucroenergético

Por:
Jhonatas Simião
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário