Em São Paulo, setor sucroalcooleiro fecha mais de 2 mil postos de trabalho

Publicado em 14/10/2011 08:14 441 exibições
Dados da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo) mostram que setembro foi o pior mês desde 2006 para o setor sucroalcooleiro.  A produção paulista, responsável por 1/3 de toda a produção nacional, registrou queda de 0,08% no mês, o que equivale a 2.028 postos de trabalho fechados. No acumulado entre janeiro e setembro já são 49.532 postos de trabalho a menos no setor.

"Esse ano tivemos alguns problemas climáticos, a produção de cana apresentou quebra na ordem de 10% a 15%, e estamos terminando a safra antecipadamente, por isso temos um efeito mais negativo no emprego do que nos outros anos", avaliou André Rebelo, assessor de assuntos estratégicos da presidência da Fiesp.

De acordo com a Fiesp, em todo o Estado foram contabilizados redução de seis mil vagas de emprego. No entanto, a redução já era esperada devido a retração na demanda e a substituição de produtos industrializados por importados.

"Já esperávamos isso antes desse episódio mais agudo da crise na Europa. Sem ajuste, esse é o primeiro setembro negativo da série que começou em 2006", explicou Rebelo.

Apesar dos números negativos para o setor sucroalcooleiro, os dados de 2011 para o restante da indústria no Estado são positivos. O acumulado do ano registrou abertura de 100 mil vagas de trabalho, o que representa um crescimento de 3,87%.

Com informações Brasil Econômico

Por:
Ana Paula Pereira
Fonte:
NA com Brasil Econômico

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário