USDA: Expectativas indicam robusta safra de milho dos EUA e estoques globais de soja ajustados

Publicado em 11/08/2016 16:40 e atualizado em 12/08/2016 08:57
3357 exibições

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos), nesta sexta-feira (12), traz seu novo reporte mensal de oferta e demanda e as informações, segundo explicam analistas, poderão confirmar essa queda de braço entre o aumento da produção americana e a demanda global por soja. 

"Não importa o tamanho da safra de soja norte-americana, qualquer acréscimo já está superado pela considerável aumento do consumo mundial", diz Liones Severo, consultor de mercado do SIM Consult. 

E as boas condições de clima no Corn Belt durante os últimos meses têm permitido um excelente desenvolvimento da safra 2016/17, permitindo que as expectativas para o novo reporte do departamento agrícola norte-americano indique índices recordes de rendimento. Entretanto, os EUA terão de bater o seu recorde de produtividade do ano passado de 54,45 sacas por hectare (48 bushels por acre), segundo explica o presidente da AgResource Co, Daniel Basse, em entrevista à Bloomberg.

Leia mais:

>> Força da demanda por soja da China ameniza impacto da nova safra dos EUA

Expectativas do Mercado

Soja EUA - A produção de soja dos Estados Unidos nesta nova temporada poderia alcançar, de acordo com expectativas levantadas pelo portal internacional DTN The Progressive Farmer, algo entre 105,19 milhões e 110,33 milhões de toneladas, com a média esperada de 107,47 milhões. Em julho, a safra foi estimada pelo USDA em 105,6 milhões e, em 2014/15, foi de 106,93 milhões. 

Sobre a produtividade, as projeções variam entre 52,95 e 55,35 sacas por hectare, com média de 53,97 sacas e contra 48,8 sacas estimadas no mês anterior. Na temporada 2015/16, o rendimento ficou em 54,42 sacas por hectare. 

Quantos aos estoques finais norte-americanos desta nova safra, se espera uma elevação de 7,89 milhões estimadas em julho para, segundo a expectativa média do mercado, 8,79 milhões de toneladas. As projeções variam entre 7,08 milhões e 10,979 milhões de toneladas. 

Da temporada 2015/16, os estoques finais norte-americanos de soja poderiam ficar entre 7,76 milhões e 10,07 milhões de toneladas, com média de 8,93 milhões. Em julho, os números vieram em 9,53 milhões e no ano-safra anterior ficaram em 512 milhões de toneladas. 

Soja Mundo - Sobre os estoques finais mundiais da temporada 2015/16, as expectativas do mercado variam de 70 milhões a 72,70 milhões de toneladas, com média de 71,4 milhões. Em julho, o total foi de 70 milhões, mas, em 2014/15, foram maiores e ficaram em 78,41 milhões de toneladas. 

Para 2016/17, projeção média de 67,40 milhões, em um intervalo de 64,50 a 69,50 milhões de toneladas. No boletim do mês passado, o volume estimado foi de 67,10 milhões de toneladas. 

Milho - Produção e estoques devem subir nos EUA

A média esperada pelo mercado para a safra 2016/17 de milho dos Estados Unidos é de 375,53 milhões. O número, que atua entre um intervalo de 370,61 milhões e 384,73 milhões de toneladas, é bem maior do que a estimativa de julho de 369,34 milhões de toneladas. Além disso, a produção, ao ser confimada, ficaria muito acima da temporada anterior, de 345,48 milhões de toneladas. 

E esse aumento expressivo da safra se diante dos elevados índices de produtividade que vêm sendo esperados para os EUA. Com média de 180,77 sacas por hectare, as projeções do mercado variam de 178,45 a 185,22 sacas por hectare. Em julho, o rendimento estimado foi de 177,8 sacas e em 2015/16 confirmado em 178,22 sacas por hectare. 

Estoques Finais - Os estoques finais norte-americanos de milho da safra 2016/17 podem variar de 53,11 milhões a 67,39 milhões de toneladas, com expectativa média de 58,09 milhões. No reporte de USDA de julho, o número veio em 52,86 milhões. 

Para a temporada 2015/16, o mercado espera algo entre 42,45 milhões e 48,34 milhões de toneladas, com média de 43,69 milhões e frente as 43,21 milhões estimadas no mês passado. Em 2014/15, os estoques finais americanos ficaram em 43,97 milhões de toneladas. 

Milho Mundo

O mercado acredita ainda que os estoques finais globais de milho da safra 2015/16 podem ficar, em média, com 206,6 milhões de toneladas, com as projeções variando de 203 milhões a 208 milhões de toneladas. Em julho, os números ficaram em 206,9 milhões e, na temporada anterior, em 208,51 milhões. 

Para o ano comercial 2016/17, são esperados estoques entre 201,2 milhões e 228,7 milhões de toneladas, com média de 211,8 milhões. No boletim anterior, a estimativa veio em 208,4 milhões. 

Por: Carla Mendes
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário