USDA revisa para cima estoques finais e produção mundial de algodão da safra 2016/17

Publicado em 09/12/2016 15:08
205 exibições

Nesta sexta-feira (9), o USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) divulgou seu novo boletim de oferta e demanda da safra 2016/17 de algodão. O órgão estimou a produção global de algodão em 104,24 milhões de fardos. No mês anterior, o número era de 103,28 milhões de fardos. Os estoques finais mundiais também foram revistos para cima e passaram de 88,31 milhões para 89,15 milhões de fardos.

A safra de algodão dos Estados Unidos apresentou ligeira modificação e passou de 16,16 milhões para 16,52 milhões de fardos. Os estoques finais americanos ficaram em 4,80 milhões de fardos, frente os 4,50 milhões de fardos estimados no relatório de novembro. Já as exportações subiram de 12 milhões para 12,20 milhões de fardos.

Para o Brasil, o USDA não trouxe alterações em suas projeções. Dessa forma, a safra permaneceu em 6,50 milhões de fardos, os estoques finais em 6,81 milhões de fardos e as exportações dessa temporada em 2,90 milhões de fardos.

No caso da Índia, os números também foram mantidos, com a safra em 27 milhões de fardos e as exportações em 4,20 milhões de fardos. Apenas os estoques finais de algodão subiram de 11,54 milhões para 11,79 milhões de fardos.

O departamento também manteve seus números de produção, exportações e importações da China em 21 milhões de fardos, 100 mil fardos e 4,50 milhões de fardos, respectivamente. Paralelamente, os estoques finais de algodão no país baixaram de 48,10 milhões para 47,85 milhões de fardos.

Ainda no relatório, o USDA manteve todas as projeções para o Paquistão e Bangladesh. As safras da União Europeia e Turquia também foram mantidas 4,43 milhões de fardos e as exportações em 1,43 milhão de fardos. Os estoques finais baixaram de 1,76 milhão para 1,75 milhão de fardos.

Tabela - Algodão Dezembro

Por:
Fernanda Custódio
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário