USDA: Vendas de soja dos EUA para China 2020/21 já superam em 28% recorde de 2014

Publicado em 22/10/2020 12:02 1624 exibições

LOGO nalogo

O USDA (Departamento de Agricultura dos Estados Unidos) confirmou mais uma semana de vendas fortes para exportação tanto para a soja, quanto para o milho no país, com a China se afirmando, mais uma vez, como a principal e maior compradora da oleaginosa norte-americana. 

Na semana encerrada em 15 de outubro, os Estados Unidos venderam 2,225,5 milhões de toneladas de soja, enquanto o mercado esperava algo entre 1,2 e 2,5 milhões de toneladas. Com esse volume, o total já comprometido pelos EUA com a exportação chega a 43,349,5 milhões de toneladas, muito acima das pouco mais de 18 milhões do mesmo período do ano passado. O USDA estima que as exportações totais americanas 2020/21 cheguem a 59,88 milhões de toneladas. Um incremento de 148%. 

Até 15 de outubro, os EUA já venderam um volume 28% maior do que o recorde de 2014 para a China, que responde por 55% maior de suas vendas totais da oleaginosa, como explica a analista internacional Karen Braun. 

Vendas de Soja EUA - China

Ainda de acordo com o relatório semanal, as vendas de milho para exportação também vieram fortes e totalizaram 1,831,6 milhões de toneladas da safra 2020/21, e a maior parte terá como destino o Japão. A China veio logo na sequência. As expectativas do mercado variavam entre 800 mil e 1,4 milhão de toneladas. Assim, com esse volume, o total do cereal comprometido chega a 28,334,6 milhões de toneladas, 161% a mais do que no mesmo período da safra 2019/20. 

Observando as operações entre China e EUA, os números também impressionam. A nação asiática já comprou mais do dobro do recorde de 2013 de milho norte-americano e representa 37% das vendas totais dos EUA. 

Vendas de Milho EUA - China

O USDA informa ainda as vendas de 367,5 mil toneladas de trigo na última semana, enquanto o mercado esperava algo entre 200 mil e 600 mil toneladas. O México foi o maior comprador dos EUA na semana em questão. No acumulado do ano comercial, o volume já vendido pelos EUA é 9% maior do que no anterior. 

Tags:
Por:
Carla Mendes | Instagram @jornalistadasoja
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário