Pesquisas mostram Bolsonaro bem avaliado pela população, mas tem a pergunta estranha sobre o Covid

Publicado em 07/09/2020 15:27 e atualizado em 07/09/2020 16:50 737 exibições
Tempo & Dinheiro - Com João Batista Olivi

Sem máscara, Bolsonaro cumprimenta populares e participa de evento pelo 7 de setembro

LOGO REUTERS

BRASÍLIA (Reuters) - Sem o tradicional desfile de 7 de Setembro em razão da pandemia do novo coronavírus, o presidente Jair Bolsonaro participou na manhã desta segunda-feira de uma solenidade de hasteamento da bandeira realizada em frente ao Palácio da Alvorada, na qual esteve durante toda a cerimônia sem máscara.

Inicialmente, Bolsonaro saiu em um Rolls Royce da residência oficial e foi até o local onde ocorreu o hasteamento da bandeira. Antes e depois do ato, cumprimentou com a mão e com acenos os populares que foram ao Alvorada prestigiar a cerimônia.

O presidente, que já contraiu e foi imunizado do Covid-19 em julho, participou de toda a cerimônia sem máscara. Outras autoridades e personalidades estavam de máscara, como a primeira-dama Michelle Bolsonaro, o  vice-presidente Hamilton Mourão e o ministro da Economia, Paulo Guedes.

O Brasil tem 4,1 milhões de casos de Covid-19, com 126.650 morte, segundo dados do Ministério da Saúde divulgados na véspera.

Bolsonaro não fez qualquer pronunciamento e nem falou com a imprensa. Em um momento, transmitido pelas redes sociais, ele conversou com uma criança e disse que iria a Barretos, em São Paulo, quando for realizada a tradicional festa do peão da cidade -- cancelada neste ano em razão da pandemia.

À noite, será transmitido em cadeia oficial de rádio e TV um pronunciamento do presidente referente ao feriado de comemoração da independência do Brasil.

Projeto Pátria no Campo: Aprosoja distribui mais de 3 mil bandeiras do Brasil em MT

Para resgatar o patriotismo no meio rural, a Associação dos Produtores de Soja e Milho de Mato Grosso (Aprosoja) já distribuiu cerca de 3 mil bandeiras do Brasil em todo Estado. A iniciativa faz parte do projeto Pátria no Campo, lançado em 2019 pela entidade. As distribuições foram intensificadas neste mês de setembro em comemoração a Independência do Brasil celebrada no dia em 07.

O símbolo patriota é entregue sem custo aos associados, que hasteiam as bandeiras nas propriedades rurais espalhadas pelos 25 núcleos da entidade. Lançado em fevereiro de 2019, o projeto teve adesão maciça dos produtores rurais. Delegado coordenador e produtor rural do núcleo de Sinop, Ilson Redivo já hasteou a bandeira do Brasil em sua fazenda.

“O Projeto Pátria no Campo resgata o patriotismo, passa valores de amor à pátria aos nossos filhos e colaboradores. Temos que enaltecer o Brasil que vivemos, eu agradeço a instituição por esse belíssimo trabalho”, enalteceu Redivo.

Para ao produtor rural do núcleo de Sorriso, Tiago Steffanelo, que também aderiu ao projeto, elogiou a iniciativa. “Eu aderi a campanha e já coloquei a bandeira do Brasil em minha propriedade. Quero destacar as cores da bandeira, o verde representa as matas que o produtor tanto preserva em cima de suas reservas legais, o azul que é a água também conservada pelo produtor. Isso é importante porque mostra que o maior defensor do meio ambiente é o homem do campo. Aprosoja está de parabéns pelo projeto”, pontuou.

“O projeto da bandeira é importante para levantar o nosso patriotismo, essa vontade do povo servir a pátria e ajudar o Brasil. O produtor está do lado do bem, ele quer trabalhar, ver o país crescer e ajudar a nação”, declarou o produtor rural do núcleo de Sorriso, Silvano Filipeto.

Vice-presidente da Aprosoja Mato Grosso, Fernando Cadore, lembra da grande adesão ao programa desde o lançamento. “Esse projeto surgiu através de uma ideia que tivemos numa viagem aos Estados Unidos. Lá observamos como se comporta o produtor rural em relação ao patriotismo. É um projeto de sucesso, muito bem aceito pelos nossos associados”, afirmou.

“O Projeto Pátria no Campo é o símbolo do produtor rural. Vamos mostrar nosso orgulho ao Brasil adquirindo a bandeira do país. Agora disponibilizamos o símbolo em dois tamanhos, uma que poderá ser hasteada na entrada da fazenda e outra no interior da propriedade”, conclamou o presidente da Aprosoja, Antonio Galvan.

Os produtores rurais que ainda não aderiram ao Projeto Pátria no Campo podem procurar os Delegados Coordenadores dos Núcleos, Supervisores de Projeto da Aprosoja ou através do Canal do Produtor, no telefone (65) 3027-8100.

PRÓ-CAFÉ ALERTA: DÉFICIT HÍDRICO HISTÓRICO É REGISTRADO NO CAFEZAL SUL DE MG 

De acordo com a Fundação Procafé, o déficit hídrico é histórico se for considerado o volume de chuva do começo do ano e o mês atual.

Fonte: REDEMAISHD

 

 

Tags:
Fonte:
Notícias Agrícolas/APROSOJA

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário