Atraso no plantio da soja preocupa produtores de algodão em Campo Novo do Parecis/MT

Publicado em 10/10/2019 10:30 e atualizado em 10/10/2019 11:54
1083 exibições
Data limite para cultivo da soja é final de outubro, para garantir segunda safra de algodão semeada no mês de janeiro. Município deve manter os 106 mil hectares cultivados registrados na última safra.
Gezi Júnior - Gerente do Sindicato Rural de Campo Novo Do Parecis/MT

Podcast

Atraso no plantio da soja preocupa produtores de algodão em Campo Novo do Parecis/MT

Download

LOGO nalogo

O plantio da soja está atrasado em Campo Novo do Parecis no Mato Grosso devido à falta de chuvas regulares e espalhadas por todo o município para possibilitar que a maior parte dos produtores realize sua semeadura. Apesar de ainda não representar risco para a cultura da soja, o atraso já traz preocupação aos produtores de algodão.

Segundo o gerente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis/MT, a janela de cultivo para o algodão é o mês de janeiro e para isso, a soja precisa ser plantada até o final de outubro. As previsões indicam condições de finalizar os trabalhos dentro do prazo, mas os produtores vão seguir apreensivos até que as precipitações realmente se confirmem.

A expectativa é que a área cultivada se mantenha nos 106 mil hectares registrados na safra passada, após subir de 74 mil hectares em 2017. Os motivos para a manutenção, além dessa incerteza sobre a janela de cultivo, são o excesso de algodão brasileiro após a última super safra e as dúvidas sobre a demanda em meio à Guerra Comercial entre China e Estados Unidos.

Confira a íntegra da entrevista com o gerente do Sindicato Rural de Campo Novo do Parecis/MT no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário