Clima atrapalha ciclo no PR e produtor ainda tem pasto lotado, com bois perdendo peso, e saída de confinamento só em 30 dias

Publicado em 23/08/2018 12:24 e atualizado em 23/08/2018 16:41
1087 exibições
Nesta época do ano, o normal seria mercado de compras para reposição aquecido. Cotação na região de Paranavaí está em R$ 148/@, bem acima da referência paulista, embora a procura é por animais de bom acabamento. Pastos estão tendo uma pequena rebrota depois de algumas chuvas.
Pedro Balestieri - Pecuarista

Podcast

Entrevista com Pedro Balestieri - Pecuarista sobre Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

No estado do Paraná, as condições climáticas estão atrapalhando o ciclo da pecuária. Em algumas propriedades, os pastos estão lotados com bois perdendo peso. Atualmente, as cotações para o boi balcão na localidade estão ao redor de R$ 148,00/@ a vista e R$ 150,00/@ a prazo.

Segundo o pecuarista, Pedro Balestieri, a expectativa é que a primeira saída de animais em confinamento seja por volta da primeira quinzena de setembro. “Isso está me atrapalhando na reposição, pois como os pastos estão baixos e as chuvas fora de época prejudicaram o ciclo da pecuária”, comenta.

Em anos anteriores, o pecuarista teria condições de fazer compras de animais. “Infelizmente, eu não conseguir sair para compras já que teve um verão muito bom de chuvas e as pastagens tiveram uma lotação alta e os animais tiveram um peso grande”, ressalta.

De acordo com Balestieri, a alta nas cotações dos grãos dificultou a engorda dos animais e o valor de arroba que estão nos meses patamares dos anos anteriores. “Todos os insumos aumentaram em relação ao boi, então você acaba fazendo a conta se você gasta muito também perde muito”, diz.   

Por: Giovanni Lorenzon e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário