Arroba do boi deve voltar para os R$200,00 no curto prazo e sem comprometer competitividade da carne brasileira nas exportações

Publicado em 15/01/2020 13:55 e atualizado em 15/01/2020 14:53
4110 exibições
Preços dos cortes dianteiros estão 30% maiores que no ano passado e confirmam demanda aquecida
Ricardo Viacava - Diretor da CV Nelore Mocho

Podcast

Entrevista com Ricardo Viacava - Diretor da CV Nelore Mocho sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

A expectativa do mercado do boi gordo é que as referências devem voltar ao patamar dos R$ 200,00/@ no curto prazo, tendo em vista que os preços praticados no atacado e as exportações devem colaborar para esse cenário. No entanto, esse patamar de preço não deve comprometer a competitividade da carne brasileira nas exportações.

Segundo o Diretor da CV Nelore Mocho, Ricardo Viacava, o mercado interno está sustentado já que os cortes de carne no atacado estão 30% acima do que foi observado no ano passado. “Os valores praticados no atacado sustentam os referências para o boi gordo acima dos R$ 200,00/@”, comenta.

Com relação à oferta de animais, Viacava ressalta que a pecuária está em um ciclo de baixa produção e ainda vai demorar até se estabilizar. “A oferta está restrita e não vai ser algo para resolver de uma hora pra outra. Por outro lado, temos uma demanda crescente com a possibilidade de o Brasil melhorar a economia e aumentar o consumo de carne”, relata.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Valdonir teixeira Criciúma - SC

    Nao entendo que os preços estejam mais altos em função de demanda, nao vejo isto nem mesmo nas filas dos grande varejista. O problema é a falta de oferta. Nao há boi, a soja tomou grande areas e o baixo preço relativo por anos a fio afastou o investimentos

    4
    • Milton Barbosa Bueno Nova Alvorada do Sul - MS

      O JBS é um dos responsáveis por esta situação. Queriam matar todo mundo para tomar conta do mercado!

      0