Boi - Pecuária brasileira terá que investir no aumento de produtividade para atender demanda crescente em 2020, diz Rabobank

Publicado em 24/01/2020 13:33 e atualizado em 24/01/2020 15:01
4156 exibições
Entrevista com Wagner Hiroshi Yanaguizawa - Analista de Proteína Animal da Rabobank sobre o Mercado do Boi Gordo
Wagner Hiroshi Yanaguizawa - Analista de Proteína Animal da Rabobank

Podcast

Entrevista com Wagner Hiroshi Yanaguizawa - Analista de Proteína Animal da Rabobank sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

As projeções de mercado do banco holandês Rabobank que é a produção de carne bovina deverá crescer cerca de 3,5% em 2020, sendo que esse cenário será motivado pela a demanda internacional aquecida.  Com a recuperação da economia e com as projeções menores de taxas de juros, a demanda doméstica pode ter um crescimento mais significativo neste ano.

De acordo com o Analista de Proteína Animal da Rabobank, Wagner Hiroshi Yanaguizawa, essa pressão nos preços atuais é considerado um período sazonal se analisado a série histórica. “A expectativa para os próximos dois meses é que as cotações tenham um incremento e que a demanda chinesa contribua para esse crescimento, já que a epidemia de peste suína não está sob controle”, comenta.

As projeções do banco indicam que as exportações de carne bovina devem crescer cerca de 10,6% em 2020. Isso por que a demanda chinesa deve continuar aquecida e podemos ter acesso a novos mercados que foram alcançados durante o ano de 2019. 

Os atuais patamares de valores pagos para os produtores rurais remuneram e estimula os investimentos em produtividade. "Além da receita, é importante o pecuarista se focar nos custos de produção e tem umas estratégicas muito eficientes. Se o pecuarista conseguir aumentar a receita e diminuir os custos de produção, terá o cenário perfeito", relata.

Por: Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Jose Carlos Seixas São Felix do Xingu - PA

    Para pecuária brasileira investir, a atividade também tem que remunerar.

    Caso contrário o pecuarista vai falir trabalhando.

    1