No Mato Grosso do Sul, indústrias frigoríficas já preencheram as escalas de abate para o mês de maio

Publicado em 13/05/2020 15:27 e atualizado em 13/05/2020 17:21 2051 exibições
Walter Magalhães - Pecuarista
Na região de Iguatemi/MS, a arroba está cotada a R$ 178,00/@, à vista. Além disso, as precipitações seguem regulares e ainda não estão comprometendo a qualidade das pastagens.

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o pecuarista do estado do Mato Grosso do Sul, Walter Magalhães, destacou que as condições climáticas seguem favorecendo os pastos e que os pecuaristas conseguem manter os animais por mais tempo. “As chuvas não estão com escassez e os pastos apresentam boa qualidade, mas tudo pode acontecer até meados de agosto”, afirma.

As indústrias de grande porte na localidade já preencheram as escalas de abate até o final de maio. “As programações da Marfrig e da JBS estão 22 de maio e para o frigorífico do município de Iguatemi/MS, que atua na exportação, foi para dia 29 de maio”, relata.

De acordo com o boletim matinal da Radar Investimentos, os frigoríficos de São Paulo conseguiram preencher as programações de abate com menor dificuldade. “Algumas indústrias possuem escalas praticamente prontas até o final do mês. É valido que este quadro não é geral, mas pontual. Por outro lado, o apetite daquelas exportadoras continua ávido”, aponta.

Atualmente, os preços ofertados pelo Marfrig e JBS para a arroba do boi gordo estão em torno de R$ 175,00/@ para pagar com trinta dias. Já na cidade de Iguatemi/MS, os preços estão próximos de R$ 178,00/@, à vista para o boi comum e para o boi com padrão exportação o ágio é de R$ 5,00/@.

Por:
Andressa Silva Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Eduardo Ferraz Pacheco de Castro Cuiabá - MT

    Os frigoríficos que já preencheram as escalas são os que pagaram MAIS pela @ do Boi, respaldados pela cotação recorde do dólar... o que barateou ainda mais a carne bovina do Brasil.

    2