Boi de R$ 255/@ já é realidade em SP e até o final de setembro cotação pode chegar a R$ 260

Publicado em 24/09/2020 13:05 e atualizado em 25/09/2020 08:34 3152 exibições
Gustavo Figueiredo - Analista da AgroAgility
Cotação da vaca casada supera R$16/kg e alcança patamar inédito com frigoríficos de consumo interno buscando alternativas para baratear custos

Podcast

Entrevista com Gustavo Figueiredo - Analista da AgroAgility sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

As referências para a arroba do boi gordo registraram um novo patamar de preço nesta quinta-feira (24), na qual as negociações para animais que atende o padrão exportação estão sendo fechadas a R$ 255,00/@ em São Paulo. Contudo, os pecuaristas tentam negociar animais acima dessa referência e pedem valor de R$ 260,00/@.

Segundo o Analista da AgroAgility, Gustavo Figueiredo, a terceira semana de setembro registrou baixo escoamento da venda da carne no varejo. “Os frigoríficos que atuam no mercado doméstico sentiram o peso da carne acima dos R$ 16,00/kg, por isso acabaram reduzindo as negociações e trabalham só com os estoques”, afirma.

Só que a oferta disponível de animais no mercado doméstico foi pouca e as programações de abate em níveis curtos. Diante desse cenário, os outros estados passaram os preços observados em São Paulo e já ocorreram negócios no Pará a R$ 260,00/@ e em Minas Gerais teve lotes comercializados a R$ 260,00/@”, comenta.

Os atuais patamares de preços do boi remuneram as indústrias que atuam nas exportações, já que o câmbio está elevado. “Nós tivemos uma valorização positiva no dólar e frigoríficos vão ter que pagar o preço que está no mercado, pois os animais que tem disponíveis são de confinamento em que 70% do gado já foi negociado com grandes frigoríficos”, relata.

Confira a entrevista completa no vídeo acima.

Tags:
Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário