Boi de R$ 280/@ já está no radar do mercado e possibilidade de chegar aos R$ 300/@ não pode ser descartada

Publicado em 20/10/2020 12:23 e atualizado em 20/10/2020 14:40 6612 exibições
Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos
Analista alerta para movimento de alta diferenciado do ano passado podendo se estender para os primeiros meses de 2021

Podcast

Entrevista com Caio Junqueira - Analista de Mercado da Cross Investimentos sobre o Mercado do Boi Gordo

Download

LOGO nalogo

Após os preços da arroba alcançarem o patamar de R$ 270,00 nesta semana, a expectativa do mercado é que as referências para o boi gordo cheguem a R$ 280,00/@ diante da oferta restrita de animais. Para o animal comum, a máxima dos preços está em torno de R$ 265,00/@.

De acordo com o Analista de Mercado da Cross Investimentos, Caio Junqueira, as indústrias estão ofertando preços mais elevados para os animais que atendem o padrão exportação. “Alguns frigoríficos já concretizaram negócios de R$ 270,00 por arroba e de hoje até amanhã esse valor se torne referência em todas as indústrias. O aplicativo da Agrobrazil registrou o primeiro negócio a R$ 270,00 na última segunda-feira (19) ás 18h00”, comenta.

Na Bolsa Brasileira (B3), o mercado futuro já estava antecipando que as negociações chegariam a esse patamar de R$ 270,00/@ no estado de São Paulo. “Lembrando que todas as indústrias que pagarão por esse valor atuam no mercado externo. No estado do Mato Grosso do Sul, as cotações também registraram valorizações e que atingiu o valor de R$ 260,00/@”, afirma.

Com relação à demanda externa, o analista aponta que os compradores chineses anteciparam as compras de proteína animal no ano passado antes da pandemia iniciar. “Em agosto do ano passado, a China habilitou diversos frigoríficos e começaram a comprar o máximo que conseguiu de carne, pois estava prevendo o quanto à pandemia iria prejudicar as pessoas”, destaca.

Para os próximos meses, a tendência é que as compras chinesas fiquem mais estáveis com volumes crescentes e com preços negociados. “Eu acredito que a China não vai parar com as importações de carne bovina como fez no início deste ano, mas as compras podem se manter nos mesmo patamares”, conta Junqueira.

Por:
Aleksander Horta e Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

1 comentário

  • Elízio Carlos Cotrim Uberaba - MG

    Chega às raias da irresponsabilidade o incentivo à alta indiscriminada dos preços dos produtos do agronegócio, aqui neste canal. Estamos num momento histórico de preços altos, sem precedentes. Um país cheio de pobres, quebrado, com uma elite privilegiada, querendo lucrar cada vez mais. ... Claramente este momento já está passando. O povo brasileiro não tem renda para sustentar estes preços e estas margens de lucro exacerbadas para esta referida elite. ... Um governo que não governa, não se preocupou em fazer estoques estratégicos. ... Vamos pagar caro por esta falta de visão estratégica. ... Infelizmente, as consequências, estão a caminho: aumento dos juros, da inflação, a fome, ...

    50
    • Rafael Antonio Tauffer Passo Fundo - RS

      Na Venezuela e na Argentina seus governos estão trabalhando forte... e o resultado está aí para todo mundo ver...

      4
    • Elton Szweryda Santos Hortolândia - SP

      Voce esqueceu da Bolivia, lá tambem tem socialismo, ... socialismo é só alegria (?!), razao pela qual sao paises exemplares, dignos de nota..., cantemos de felicidade...

      2