DA REDAÇÃO: Ucrânia reabre mercado para importações de carne suína brasileira

Publicado em 24/06/2013 09:08 e atualizado em 24/06/2013 12:46 311 exibições
Suinocultura: Ucrânia reabre mercado para carne suína brasileira. Retomada do mercado deve trazer pontos positivos para o setor a partir do segundo semestre. A expectativa é que haja uma valorização entre 18% a 20% nos preços dos animais. No mercado interno, a relação entre oferta e a demanda é equilibrada.

A Ucrânia, um dos maiores compradores de carne suína do Brasil, reabriu o mercado para as importações brasileiras. O país havia embargado as compras do Brasil, gerando um déficit de cerca de 18% no mercado interno da suinocultura.

De acordo com o Presidente da APCS (Associação Paulista de Criadores de Suínos), Valdomiro Ferreira Júnior, a retomada do mercado da Ucrânia é importante e deve trazer pontos positivos para a suinocultura brasileira a partir do segundo semestre.

O Brasil também começará a exportar carne suína para o Japão, após uma conquista pleiteada pelos produtores durante 50 anos. Com a exportação para o Japão e para a Ucrânia, a expectativa é que os preços do suíno subam de 18% a 20%.

Valdomiro aconselha aos produtores a continuarem vendendo normalmente: “Nós não aconselhamos nenhum tipo de estocagem, até porque o mercado interno está um pouco retraído hoje e a oferta e a demanda estão equilibradas. O ideal é que o produtor não segure os animais, mesmo que o preço não seja satisfatório, para não acumular excedentes que compliquem o mercado nos próximos 30 dias”.

Por:
Kellen Severo e Paula Rocha
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário