DA REDAÇÃO: Bahia – Produtores protestam contra invasão de pequenas propriedades por índios Tupinambás

Publicado em 19/08/2013 14:11 e atualizado em 19/08/2013 17:53
560 exibições
População de Buerarema, sul da Bahia, sai novamente às ruas (vejam as fotos) contra as invasões de pequenas propriedades por um bando que se diz descendente da tribo "Tupinambá de Olivença" (??!!!). A Força Nacional está a caminho da região.

Na Bahia, cerca de oitenta fazendas de pequenos proprietários foram invadidas por índios Tupinambás. Ao todo, a Funai quer demarcar a área, cerca de 47.376 mil hectares, que abrange os municípios de Una, Buerarema, Ilhéus e São José da Vitória, para a criação da área indígena Tupinambá de Olivença. 

A situação afeta 150 famílias que já tiveram que deixar suas casas, segundo explica o presidente da Associação de Pequenos Agricultores de Ilhéus, Luiz Henrique Uaquim da Silva. A área requerida pela entidade é formada por assentamentos do Incra e agricultura familiar.

“A situação é um absurdo, todas as propriedades são pequenas. O Governo precisa rever o processo de demarcação em uma área como esta. As famílias que foram desabrigadas não têm para onde ir. E neste momento, o presidente do assentamento Ipiranga está se dirigindo à Polícia Federal, para fazer uma denúncia que está sendo ameaçado a deixar o assentamento”, afirma Silva. 

O presidente também destaca que é preciso uma medida imediata por parte do Governo, uma vez que o risco de conflito na região é iminente. Diante dessa incerteza, o governador do estado solicitou a presença da Força Nacional na região. “É preciso que a força venha à localidade reintegrar as fazendas e devolver aos pequenos agricultores o seu sustento e não defender os invasores”, afirma.

Na última semana, os produtores rurais com o apoio da população local realizaram uma manifestação pela desocupação das propriedades invadidas na região. Os agricultores também protestaram contra os laudos “fraudulentos” realizados pela Funai, conforme destaca Silva. “O que se vê é uma revolta do povo contra o descaso, e como se toca esses grandes problemas nacionais”, finaliza o presidente.

Por: João Batista Olivi/Fernanda Custódio
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário