DA REDAÇÃO: Maior captação e menor demanda trazem pressão de queda para o leite

Publicado em 04/06/2014 14:46 e atualizado em 04/06/2014 16:51 270 exibições
Leite: Os contratos de maio tiveram recuo nos preços pagos aos produtores, devido ao grande volume ofertado, enquanto o consumo diminuiu. A captação teve um aumento, mas o mercado não acompanhou.

Por conta de uma maior captação e de uma menor demanda, o mercado de leite enfrenta uma pressão de queda, com números mais baixos apresentados já no pagamento de maio. É o que aponta Rafael Ribeiro, zootecnista da Scot Consultoria, em entrevista para o Mercado & Cia., do Canal Rural.

De acordo com Ribeiro, a captação em maio foi 13,5% maior em relação ao mesmo período no ano passado, enquanto o consumo final não acompanhou esse aumento. A tendência é de preços mais baixos ao produtor e à indústria, mas os supermercados ainda encontram um cenário um pouco mais firme.

A média de preço pago ao produtor no país é de R$0,98 por litro, considerando o valor sem frete e impostos. Em São Paulo e Minas Gerais, o valor chega a R$1,02. EM Goiás, R$0,99, R$0,95 no Paraná, R$0,96 em Santa Catarina e Rio Grande do Sul, R$1,07 na Bahia e R$1,11 em Pernambuco.

A perspectiva para os próximos meses acompanham estes fundamentos, indicando uma direção que deve resultar em manutenção ou queda dos preços.

Por:
João Batista Olivi // Izadora Pimenta
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário