DA REDAÇÃO: Crise no setor sucroenergético também prejudica renda de pequenos municípios

Publicado em 02/09/2014 13:39 e atualizado em 02/09/2014 17:25 261 exibições
Etanol: Crise no setor sucroenergético prejudica municípios e destrói a situação econômica das pequenas cidades, que dependem da renda vinda da produção de etanol. Uma das soluções seria manter os preços dos combustíveis livres, em que o etanol poderia seguir de acordo com os preços praticados no mercado internacional.

A crise que se instalou no setor sucronenérgico tem prejudicado a arrecadação de pequenos munícipios, que tem como maior fonte de renda a produção de etanol. O pesquisador da Esalq-USP, Marcos Fava Neves, explica que em seu projeto “Caminhos da Cana” teve a oportunidade de conversar com o presidente do sindicado rural de Orindiúva (SP), Roberto Cestari, em que ele relatou sobre a situação dos produtores do munícipio.

Neves conta que também conversou com o prefeito da cidade, que informou sobre os problemas ligados a arrecadação de Orindiúva, junto com alguns produtores rurais que tem enfrentado grandes dificuldades, com os custos de produção e a baixa remuneração.  Com o cenário, muitos produtores relataram que pretendem abandonar a produção de cana-de-açúcar.

Para o pesquisador, o maior erro cometido pelo Governo Federal é o congelamento dos preços dos combustíveis, ao invés de torna-los iguais aos preços internacionais. Com isso, a indústria não consegue repassar os preços dos custos de produção aos consumidores.  Além disso, no Brasil, a gasolina e o etanol competem na hora do abastecimento, sendo que com base no preço a gasolina acaba tendo uma vantagem maior, mesmo sendo um combustível fóssil, cinco vezes mais prejudicial para o meio ambiente. 

Por:
João Batista Olivi // Sandy Quintans
Fonte:
Notícias Agrícolas

1 comentário

  • Telmo Heinen Formosa - GO

    Prezado Professor Marcos Fava Neves, pesquisador da FEA-USP, que está "caçando" a Dilmalândia para o pessoal da região de Orindiúva no norte paulista. Este é um país virtual fruto do imaginário dos governantes da hora. Já nos tempos do filósofo Platão ele escreveu sobre uma suposta cidade submersa chamada Atlântida. Muitos estudos foram feitos, mas nada se sabe sobre essa tal ilha misteriosa. Esse é um dos maiores mistérios da humanidade. Dilmalândia também.

    0