Feijão carioca acima dos R$ 400,00 com retração vendedora e compradores se preparando para consumo de início de mês

Publicado em 29/07/2016 13:53 e atualizado em 29/07/2016 14:46
803 exibições
Fundamentos de mercado indicam que preços do feijão carioca ainda podem subir um pouco mais

Os preços do feijão carioca se mantiveram em alta nesta semana, com ofertas de compra acima de R$ 400,00 a saca.

Segundo o analista da Correpar, Marcelo Lüders, o cenário de altista ocorre devido à postura retraída dos produtores, aliada a iniciativa maior de compra dos empacotadores se preparando para o consumo de início de mês.

No decorrer da semana as cotações voltaram a subir, encerrando da média de R$ 420,00 a R$ 430,00 a saca dependendo da qualidade do produto.

Lüders lembra também que o Mato Grosso começou a intensificar os trabalhos de colheita nos últimos dias, porém "não é um volume que venha a empurrar o mercado". Além disso, os agricultores estão atentos às negociações para adotar a melhor postura de venda.

No médio prazo, agosto é marcado tipicamente pelo aumento da demanda, e com todos os prejuízos que o país sofreu na safra irrigada deste ano, o analista diz acredita que "esses fatores favorecem muito mais uma valorização do que queda no preço", afirma.

Para ele recuos na cotação durante agosto, se ocorrer, serão pontuais. Já na ponta final da cadeia foi possível observar nos últimos dias um arrefecimento dos preços nas gôndolas, em consequência das expectativas de entrada da terceira safra.

Porém, Lüders afirma que a tendência é de que os preços voltem a ficar entre R$ 10,00 a R$ 15,00/kg na maioria das capitais brasileiras.

Por: Aleksander Horta e Larissa Albuquerque
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário