Acordo entre Mercosul e UE pode ajudar produtores de arroz brasileiros a conquistarem novos mercados

Publicado em 05/07/2019 15:39
451 exibições
Custo de produção da última safra foi até 20% maior do que a anterior e tendência é de que área cultivada siga diminuindo no Brasil
Alexandre Velho - Presidente da Federarroz

Podcast

Entrevista com Alexandre Velho - Presidente da Federarroz sobre o Mercado do Arroz

Download

LOGO nalogo

O recente acordo firmado entre o Mercosul e a União Europeia deve ser benéfico aos produtores de arroz brasileiros. Apesar de a quantidade destacada para a importação do arroz nacional pelos europeus ser pequena, o presidente da Federarroz (Federação das Associações dos Arrozeiros do Rio Grande do Sul), Alexandre Velho, considera que esta é uma oportunidade de levar o produto brasileiro para países que não tem o costume de absorver nossa produção, o que ajudaria a abrir novos mercados aos nossos produtores.

Esse cenário poderia ser uma alento aos arrozeiros do Brasil que enfrentam um cenário bastante negativo para o setor. Segundo dados levantados pela Federarroz, a última safra 2018/19 foi plantada com um custo de produção até 20% maior do que a anterior 2017/18, o que representa um custo médio de 6 mil reais por hectare para o cultivo do grão.

Diante desse panorama, a próxima safra deve registrar mais uma vez queda na área total semeada. O último ciclo fechou com 12% de queda no Brasil e uma área 7% menor no estado do Rio Grande do Sul.

Confira a entrevista completa com o presidente da Federarroz no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário