Do Grão à Barra #4 - De uma ilha para a alta gastronomia, chocolate rústico paraense conquista os paladares mais exigentes

Publicado em 18/03/2021 10:21 e atualizado em 06/04/2022 10:46 1919 exibições
Do Grão à Barra -
Com a força comunitária e a atenção de uma famoso chef de cozinha do Pará, chocolate "Filha do Combu" une sustentabilidade da floresta com gourmetização urbana

Podcast

De uma ilha para a alta gastronomia, chocolate rústico paraense conquista os paladares mais exigente

Download

LOGO nalogo

Neste episódio conversamos com Izete dos Santos Costa, também conhecida como Dona Nena, que é produtora de cacau na Ilha do Combu, que fica em Belém/PA. Conhecido pela sua produção rústica, o chocolate da Dona Nena chamou a atenção de Thiago Castanho, chef de cozinha paraense que usa os produtos dela em seu restaurante. Apesar de todas as dificuldades, a produtora segue esperançosa com a cacauicultura e acredita na força comunitária para o crescimento do setor. De uma ilha paraense para a alta gastronomia, conheça a história da "Filha do Combu".

cacau4

O setor de cacau está passando por um revolução de mercado, muito similar ao que aconteceu com o setor de cafés especiais há alguns anos atrás. A cacauicultura brasileira, que sofreu com grandes perdas devido à doença vassoura de bruxa, vem se reinventando para conquistar novos mercados e dessa forma competir com o mercado internacional.

Nesse contexto, os termos "bean to bar" (do grão à barra) e "tree to bar" (da árvore à barra) se tornaram duas grandes vertentes de marketing que demonstram essa evolução. Assim como no café, o estímulo do "faça você mesmo" tem trazido novos interesses para o mercado de cacau e também novos olhares para o setor de chocolates.

O objetivo do podcast "Do Grão à Barra" é mostrar as histórias por trás desses avanços e assim, mostrar também como os produtores de cacau e o setor de chocolates está crescendo no Brasil. A cacauicultura brasileira é recheada de histórias de conquistas coletivas, de avanços sociais e de crescimento em busca pela sustentabilidade, já que o cacau é uma planta nativa da Amazônia e pode representar o Brasil em pautas relacionadas ao agronegócio ambientalista.

Leia Mais:

+ A alma das pequenas cafeterias é ser um cantinho de casa fora de casa

Por:
Ericson Cunha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário