Clima não ajuda e safra de laranja do cinturão SP e MG cai 28,3% com relação ao ano passado

Publicado em 12/04/2019 10:36 e atualizado em 12/04/2019 11:23
352 exibições
Após clima ideal na safra 2017/18, produtores de laranja enfrentam dificuldades com falta de chuvas e produzem 285,98 milhões de caixas de laranja na safra 2018/19. Ataque de bicho furão também prejudicou e derrubou 16 milhões de caixas dos pés.
Vinícius Trombin - Coordenador da Pesquisa de Estimativa de Safra do Fundecitrus

Podcast

Entrevista com Vinícius Trombin sobre a Estimativa da safra de laranja

Download

LOGO nalogo

O Fundecitrus (Fundo de Defesa da Citricultura) divulgou seu balanço sobre a safra de laranja 2018/19 no cinturão de São Paulo e Minas Gerais. De acordo com o levantamento, a colheita que se encerrou no início de abril registrou 285,98 milhões de caixas de 40,8 kg cada. O número é 28,2% menor do que a produção do ciclo anterior (2017/18), que foi de 398,35 milhões de caixas, e 11,6% inferior à média das safras dos últimos dez anos.

De acordo com Vinícius Trombin, coordenador da pesquisa de estimativa da safra do Fundecitrus, apesar dessa queda na comparação com as safras passadas, a diminuição é de apenas 0,8% com relação à projeção inicial do Fundo.

Entre os fatores apontados para essa queda na produção estão as dificuldades climáticas enfrentadas durante o ciclo da laranja e o ataque de pragas, em especial o bicho furão, que foi responsável pela queda de 16 milhões de caixas da fruta ainda nos pé.

Confira a entrevista completa no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário