Estrada pronta e operante, nova BR-163 facilita o caminho das exportações pelo Arco Norte

Publicado em 09/12/2019 12:01 19066 exibições
Gelson Dill - Vice-Prefeito de Novo Progresso/PA
Trechos da Rodovia sofriam constantemente com congestionamentos e falta de estrutura. Novo asfaltamento possui qualidade de alto nível, avalia vice-prefeito de Novo Progresso/PA

Podcast

Entrevista com Gelson Dill - Vice-Prefeito de Novo Progresso/PA sobre a BR 163

Download

LOGO nalogo

Em março de 2019, o site Notícias Agrícolas realizou uma entrevista com Gelson Dill, que falou sobre as dificuldades enfrentadas pelos caminhoneiros que utilizam a BR-163 na época das chuvas. Além disso, o site divulgou e acompanhou os avanços na Rodovia, que no início de 2019, sofria com congestionamentos e falta de estrutura para seus usuários:

>> Cerca de 2500 caminhões permanecem parados na BR-163 no Pará e não há perspectiva de solução por enquanto

>> Bloqueio da BR-163 no PA compromete chegada de ajuda do exército e PRF aos pontos mais críticos

>> Bloqueio da BR-163 já compromete armazenagem da soja no norte de MT, diz Aprosoja

>> Governo Bolsonaro conclui obras de pavimentação da BR-163, no Pará

BR-163 é corredor bilionário que aumenta PIB brasileiro

A rodovia BR-163 não é simplesmente uma estrada que finalmente foi concluída 43 anos depois de sua inauguração. Pelos seus 3579 km de extensão entre Tenente Portela (RS) e Santarém (PA), estende-se um eixo onde se viabilizam negócios entre mercados produtores e consumidores nacionais e estrangeiros. O que está surgindo, com a conclusão das obras, em dezembro, é a finalização de um dos mais potentes corredores estratégicos de desenvolvimento do País.

Em pleno funcionamento, a BR-163 aumentará a capacidade de escoamento de grãos pelas nove rotas, detalhadas pelo relatório de Corredores Logísticos Estratégicos, publicado em 2017 pelo Departamento de Política e Planejamento Integrado. Hoje, menos da metade da safra gigante do Mato Grosso escoa pelos portos do Arco Norte, que, juntos, têm capacidade de absorver 70 milhões de toneladas de grãos.

Numa safra que só cresce e impacta o positivamente o Produto Interno Bruto (PIB), o gargalo dos portos e estradas é o freio para retomada de crescimento. Não à-toa, o Ministério da Infraestrutura tem como metas estratégicas as ações nos portos do Arco Norte e na finalização da BR-163.

“Vamos entregar em 2022 uma infraestrutura muito melhor do que recebemos”, anuncia o ministro Tarcísio Gomes de Freitas.

Disposto a desatar o nó do escoamento pela região Norte, o ministro trabalha em pleno diálogo com diversos setores.

“Buscamos soluções adequadas para atender as principais demandas dos portos, das rodovias e das ferrovias, para que sejam solucionadas durante meu mandato.”

Fonte: Agência do Rádio

Veja algumas fotos e vídeos sobre os avanços dos trabalhos realizados na BR-163:

DNIT libera pista Sul da BR -163  recuperação trecho BR - 163  Pavimentação BR 163BR 163 - Atoleiro - Redes Sociais - 05/03/19  BR 163 - Novo Progresso - Caminhões parados - redes sociais - dia 04/03/19  BR 163 - Novo Progresso - Caminhões parados - redes sociais - dia 04/03/19

ESCLARECIMENTO: As obras de pavimentação tocadas pelo Exército na BR-163, rodovia que liga o Mato Grosso ao Pará, não foram iniciadas por decisão do governo Bolsonaro, como afirmam publicações que circulam nas redes sociais (veja aqui, aqui e aqui). O asfaltamento da via pelos militares começou em agosto de 2017, ainda na gestão do ex-presidente Michel Temer (MDB). O Exército, de fato, assumiu as obras da BR-163, mas em 2017, quando Jair Bolsonaro ainda nem havia sido oficializado como candidato à Presidência da República. Em agosto de 2017, no governo de Michel Temer (MDB), o ministro dos Transportes, Portos e Aviação Civil, Maurício Quintella Lessa (PR-AL), assinou um termo de transferência de R$ 128,5 milhões para o Exército tocar a pavimentação de 100 km da rodovia que liga o Mato Grosso ao Pará. Em outubro de 2018, 654 km dos 710 km de toda a rodovia já tinham sido pavimentados, de acordo com uma atualização das obras que foi publicada pelo DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes). Na época, o Exército já havia iniciado o asfaltamento do trecho sob sua responsabilidade, tendo pavimentado três dos 51 km restantes no início de 2018 e com planos de avançar mais 15 km até o fim do ano passado. https://aosfatos.org/noticias/asfaltamento-da-br-163-pelo-exercito-nao-comecou-no-governo-bolsonaro/

 

Por:
João Batista Olivi e Ericson Cunha
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

3 comentários

  • Carlos Augusto Brasília - DF

    O Brasil está melhorando! Aos poucos! Um passo de cada vez!

    7
    • Adalberto José Munhoz Campo Mourão - PR

      Bom dia, acompanho as notícias sobre a classe de caminhoneiros na era do safado que não sabia de nada e era só atoleiros, humilhação... agora, na era do vamos trabalhar sem roubar, dá gosto de ver a diferença.... hoje vc vai do RS ao PA bem mais tranquilo e seguro.

      1
  • Elvio Zanini Sinop - MT

    Conhecemos a BR-163 desde o ano de 1976, quando chegamos a Sinop-MT..., na época meu pai comprou a hoje conhecida Chacara Zanini , no Bairro S. Cristovão, em Sinop-MT..., Época difícil porque somente tinha mata. E Sinop havia umas 70 residências .

    1
  • Carlos Urach

    Bye bye PT, até nunca mais!

    9
    • Luiz Carlos Minatti

      Só quem já viveu, sabe das dificuldades do nossos caminhoneiros e do povo trabalhador que desbrava a Amazônia. Parabéns presidente Jair Bolsonaro! Parabéns ao nosso exército!

      1
    • erico jose pereira da veiga cruz alta - RS

      Parabéns ao presidente Michel Temer, também

      19