Denúncia: Deputados do PT/Psol assinaram documento exigindo a intervenção da França na Amazonia, e o fim do acordo Mercosul/UE

Publicado em 26/08/2019 18:29 e atualizado em 26/08/2019 22:48
25981 exibições
Entrevista com Antônio Fernando Pinheiro Pedro - Advogado e Vice-Presidente da Associação Paulista de Imprensa
Antônio Fernando Pinheiro Pedro - Advogado e Vice-Presidente da Associação Paulista de Imprensa

Podcast

Análise da pesquisa CNT e rescaldo dos incêndios na Amazônia, com Fernando Pinheiro Pedro

Download

LOGO nalogo

Em entrevista ao Notícias Agrícolas o advogado Antonio Fernando Pinheiro Pedro (vice-presidente da Associação Paulista de Imprensa) revelou texto publicado no jornal frances Liberation  no qual um grupo de personalidades de esquerda exige a intervenção do governo francês (Macron) na Amazônia. A data é de 27 de julho passado (há um mês, portanto). Após esta publicação foi desencadeado na mídia internacional toda a campanha de "espetacularização" dos incêndios na Amazônia -- onde é imputada a culpa ao governo de Jair Bolsonaro (que é chamado pela mídia francesa, de "Câncer" da Amazonia).

O mais escandaloso é que tal documento foi assinado por uma série de brasileiros, deputados e líderes de associações, todos de esquerda, configurando um crime de segurança nacional, por traição à Pátria, passível de cassação de registros dos partidos e prisão dos missivistas, por pedir intervenção de um governo estrangeiro em território nacional (Lei de Segurança Nacional), diz Pinheiro Pedro.

Acompanhem a entrevista -- que se iniciou com a análise da pesquisa CNT de avaliação do governo, e os impactos dos focos de incêndios na Amazônia publicados na mídia internacional.

Abaixo os links da pesquisa CNT e o documento ao Governo francês publicado no jornal Liberation:

Desaprovação a desempenho de Bolsonaro salta para 53,7%, diz CNT/MDA

 

Capa Jornal FrançaAssinaturas Jornal da França

https://www.liberation.fr/debats/2019/07/27/la-france-doit-refuser-l-accord-de-libre-echange-ue-mercosur_1742315

 

Fonte: Notícias Agrícolas

12 comentários

  • Ana Célia Gomes Pedroso

    E quem foi que negociou a Amazônia nos governos passados? A esquerdalha não aceita a derrota nas urnas que causou a interrupção do Trem da Corrupção e do Crime Organizado. O pt, psol, fazem parte de uma quadrilha criminosa organizada com objetivo de retomar o poder e precisa urgente ser desmontada a partir da punição. Sabe qual foi o grande erro dos militares, na época da Intervenção Militar? Ter dado anistia aos crápulas, bandidos e assassinos esquerdistas que hoje estão no poder.

    1
  • Vinicius Santa Luzia - MG

    Pra cima Brasil, pra cima deles!

    5
  • Antonio Cecchin

    #B172022

    5
  • Bruno Falcão

    O texto deixa explícito que as assinaturas aí mencionadas solicita ao governo Francês para fazer o acordo com o MERCOSUL mediante ao cumprimento por parte do governo brasileiro em preservar o meio ambiente e os trabalhadores brasileiros.

    50
  • Bruno Falcão

    Tradução do texto.

    Por isso, pedimos à França que rejeite o acordo de livre comércio entre a UE e o Mercosul e condicione o comércio entre nossos dois países à adoção de normas muito restritivas no campo da proteção ambiental e dos trabalhadores brasileiros. .

    Signatários: François Alfonsi , deputado (EELV); Manon Aubry , deputado e copresidente do Partido Europeu GUE / NGL (Esquerda da União Europeia) (FI); Clémentine Autain , MP (FI); Ugo Bernalicis , MP (FI); Benoît Biteau , deputado (EELV); Manuel Bompard , eurodeputado, chefe da delegação não assistida ao Parlamento Europeu (FI); Guilherme Boulos , representante nacional do Movimento de Trabalhadores Sem Telhados e ex-candidato (PSOL) nas eleições presidenciais (Brasil); Glauber BragaParlamentar do PSOL, membro suplente da Comissão de Relações Internacionais e Defesa Nacional (Brasil); Damien Carême , deputado (EELV); Leïla Chaibi , eurodeputada (FI); Fabien Cohen , Secretário Geral da França América Latina (França); Eric Coquerel , MP (FI); Alexis Corbière , MP (FI); David Cormand , deputado (EELV); Humberto Costa , senador do PT e presidente do Grupo do Senado (Brasil); Gwendoline Delbos-Corfield , deputada (EELV); Karima Delli , eurodeputada (EELV); Caroline Fiat , MP (FI);Vagner Freitas , Presidente da Central do Trabalhador do Brasil (CUT) (Brasil); Raphaël Glucksmann , deputado (praça pública); Sylvie Guillaume , deputada (PS); Gleisi Hoffmann , deputado e presidente do PT (Brasil); Yannick Jadot , deputado (EELV); Aurélie Journée-Duez , presidente do Comitê de Solidariedade da Índia das Américas (CSIA-Nitassinan, França); Michel Larive , MP (FI); Marie-Noëlle Lienemann , senadora (GRS); Gilles Maréchal , Presidente da Associação AMAR-Brasil (atores no mundo agrícola e rural (França), David Mirandamembro do Comitê de Relações Internacionais e Defesa Nacional (Brasil); Emmanuel Maurel , eurodeputado (FI); Jean-Luc Mélenchon , MP, presidente do insubordinado grupo parlamentar da França; Danièle Obono , Deputada (FI); Younous Omarjee , deputado (FI); Mathilde Panot , MP (FI); Anne-Sophie Pelletier , deputada ao Parlamento Europeu (FI); Taliria Petrone , PSOL MP (Brasil); Paulo Pimenta , deputado do PT e presidente do grupo na Câmara dos Deputados (Brasil); Loïc Prud'homme , MP (FI); Adrien Quatennens , MP (FI); Jean-Hugues RatenonMP (FI); Muriel Ressiguier , Deputado (FI); Michèle Rivasi , eurodeputada (EELV); Caroline Roose , eurodeputada (EELV); Sabine Rubin , MP (FI); François Ruffin , MP (FI); Mounir Satouri , deputado (EELV); João Pedro Stédile , Movimento de Trabalhadores Sem Terra (Brasil); Sophie Taillé-Polian , senadora (Génération.s); Bénédicte Taurine , MP (FI); Marie Toussaint , eurodeputada (EELV); Salima Yenbou , eurodeputada (EELV); Ivan ValentePSOL (Partido Socialismo e Liberdade), presidente do grupo PSOL na Câmara dos Deputados (Brasil); Sindicato Estadual dos Petroleiros do Rio de Janeiro (Brasil).

    67
    • Valmir G.Silva São Paulo - SP

      Traidores da Pátria, isso sim

      2
  • Elmo Sanches Flumignan Londrina - PR

    Realmente deplorável a atitude dessas repugnantes figuras do cenario politico brasileiro ao assinar esse documento pedindo a intervençao estrangeira na amazonia. Alguma consequencia deve haver contra esses bandidos vende-patria que colocam seus ideiais comunistas acima da soberania do Brasil. Se nada acontecer, nao duvido que algum dia estarao defecando sobre nossa bandeira em suas passeatas financiadas com o dinheiro da corrupcao. Será que existe algum Procurador do MPF para tomar a iniciativa de processar esses vagabundos?

    10
    • gerd hans schurt Cidade Gaúcha - PR

      Acredito que os apoiadores a esse Governo vão se sentir frustrados se nada acontecer ... ou ficar por isso mesmo com relação aos traidores da Pátria que assinaram documento exigindo a intervenção da França na nossa Amazonia.

      7
  • Renato Santi Locatelli Alvorada do Sul - PR

    Sabe o que tinha que ser feito?. Expulsar todas as ong do pais. Esse bando de estrangeiros querendo dar palpite aqui no Brasil. Vao plantar arvores la na França, Alemanha e companhia limitada. A soberania do Brasil acima de tudo. Quebrem o sigilo das ong pra saber o seu DNA. E saberão toda a verdade por trás.

    8
  • Alan Leme

    A quadrilha criminosa organizada com objetivo de retomar o poder, precisa urgente ser desmontada a partir da impunidade...

    8
  • Alan Leme

    A quadrilha criminosa organizada com objetivo de retomar o poder, precisa urgente ser desmontada a partir da impunidade...

    5
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Uma coisa muito importante é ver dois influenciadores poderosos cobrando a punição de criminosos. O presidente Bolsonaro é achincalhado pela forma que diz as coisas, mas em uma escala de valores, ser mal educado eventualmente é pior que cometer crimes de falso testemunho, de acusar uma pessoa de crimes que ela não cometeu? Como fazem muitos jornalistas comunistas com o presidente Bolsonaro, e o presidente precisa processar todos, responder a todos, e acho adequada a forma, chamar canalhas de canalhas, criminosos de criminosos.

    9
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Finalmente, é uma grande alegria e uma grande satisfação ver a defesa dos interesses nacionais e a exigencia do cumprimento da lei. Nós realmente precisamos fazer algo a respeito, não é possivel mais deixar esses sujeitos, que tem a proteção do STF criminoso, continuar comentendo crimes atrás de crimes.

    6
    • Celio Porto Fernandes Filho Espírito Santo do Pinhal - SP

      A quadrilha criminosa organizada com objetivo de retomar o poder, precisa urgente ser desmontada a partir da impunidade...

      3
  • Rodrigo Polo Pires Balneário Camboriú - SC

    Eu gosto muito dessa maneira informal que as entrevistas do João Batista são conduzidas, ele conversa com o entrevistado como conversa com um grande amigo. Sensacional... Então vou comentar a entrevista assistindo partes dela e escrevendo o comentário. Os ativistas dizem que a direita não tem militancia, mas eu me considero um militante, não existe um consenso de idéias a ser defendidas mas acompanho o ativismo e milito naquilo que me parece adequado e bom para o país. Talvez eu me pareça mais com um guerrilheiro virtual do que com um militante, mas vamos lá. Ontem houve manifestações em todo país e o recado ao Bolsonaro foi claro, vete o projeto de lei de abuso de autoridade, defenda o Sérgio Moro. Para quem não está dentro da arena politica isso pode parecer irrelevante, para a midia talvez, mas não para nós. Em inquérito de delação da Odebrecht, a policia federal diz que Rodrigo Maia cometeu corrupção, falsidade ideológica e lavagem de dinheiro. Vai ficar por isso mesmo? E o presidente vai avalizar um projeto de abuso de autoridade feito pelo Renan Calheiros? E Gilmar Mendes, e Dias Toffoli? Nós queremos soluções, não respostas.

    5