Colheita do milho avança em São Gabriel do Oeste/MS e expectativa é de aumentar em 20% a média de produtividade

Publicado em 15/07/2020 11:35 279 exibições
Vilson Brusamarello - Presidente do Sindicato Rural de São Gabriel Do Oeste/MS
Clima foi favorável para o desenvolvimento das lavouras e produtividade média é esperada em 100 sacas por hectare. Produtores também se beneficiam dos preços acima da média para vender a produção

Podcast

Colheita do milho avança em São Gabriel do Oeste/MS e expectativa é de aumentar em 20% a média de produtividade

Download

LOGO nalogo

A colheita da segunda safra de milho em São Gabriel do Oeste no Mato Grosso do Sul já avançou para 15% dos 80 mil hectares cultivados e deve se estender até a segunda quinzena de agosto. Os resultados obtidos até aqui estão bastante favoráveis aos produtores.

Segundo o presidente do Sindicato Rural de São Gabriel do Oeste/MS, Vilson Brusamarello, o clima ajudou o desenvolvimento dos grãos, já que foram registradas boas chuvas a cada 10 dias em média no município. Com isso, a expectativa é atingir média de produtividade de 100 sacas por hectare, 20% a mais do que o registrado na safra passada.

A liderança destaca também que entre 30 e 40% desta produção já foi negociada com preços médios entre R$ 33,00 e R$ 35,00. Hoje a saca do cereal é cotada entre 30 e 32 reais na região, quando a média histórica para o momento é de R$ 26,00 a R$ 28,00.

Brusamarello acredita que os preços devam permanecer nestes patamares, sem grandes quedas, já que a demanda pelo milho segue aquecida, em especial para o setor de rações para suínos, aves e confinamentos, que seguem suas atividades normais.

Sobre o planejamento da próxima safra de soja 2020/21, Brusamarello relata que os produtores estão tomando todas as medidas de segurança e precaução para evitar contaminações, mas que o recebimento de insumos segue conforme o previsto, para tudo ficar pronto para o próximo plantio.

Confira a íntegra da entrevista com o presidente do Sindicato Rural de São Gabriel do Oeste/MS no vídeo.

Por:
Guilherme Dorigatti
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário