Excesso de chuvas ocasiona perdas nas lavouras de soja em Tapurah (MT)

Publicado em 14/02/2018 10:59 e atualizado em 01/03/2018 07:52
2122 exibições
Além do atraso na colheita, produtores reforçam problemas com grãos ardidos. Cerca de 30% da safra precisa ser colhida na região e previsões climáticas ainda indicam chuvas nos próximos dias. Com alta em Chicago e no dólar, preços subiram para R$ 54,00 na região. Valor ainda não estimula a realização de novos negócios. Semeadura do milho safrinha segue atrasada.

LOGO nalogo

Podcast

Excesso de chuvas ocasiona perdas nas lavouras de soja em Tapurah (MT)

Download

As chuvas expressivas estão dificultando o andamento dos trabalhos de campo nas lavouras de soja na região de Tapurah/MT.  Diante desse cenário, já tem perdas consolidadas, mas não é possível quantificar. O produtor rural do município, Silvésio Pereira, destaca que em torno de 30% a 40% da safra precisa ser colhidas na região.  

“A concentração da colheita será daqui a dez dias. Nós estamos preocupados com as previsões climáticas que continuam apontando altos volumes de chuvas nos próximos dias”, ressalta.

No entanto, as expectativas para a média de produtividade das lavouras de soja após as precipitações será a mesma que no ano anterior, em torno de 75 sacas do grão por hectares.

Comercialização

Nesta semana, com a alta nos preços das commodities em Chicago e do Dólar, as referências para a região aumentaram os valores para R$ 54,00 a saca da soja. “Nesses patamares pagam os custos de produção, mas não cobre os investimentos e não estimulam novos negócios”, afirma.

Safrinha de milho

A janela ideal do plantio do milho safrinha ficará comprometida devido ao atraso na semeadura da soja no início da temporada. Com isso, as perspectivas de produtividade vão ser menores. “Como os insumos estão todos comprados, os produtores vão plantar com atraso. Já os preços para o milho, as negociações estão lentas”, finaliza.  

Por: Fernanda Custódio e Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário