Falta de chuvas quebra 40% da safra de soja em Itambaracá/PR e já prejudica o milho safrinha

Publicado em 11/02/2019 10:32 e atualizado em 11/02/2019 14:30
772 exibições
Restam apenas cerca de 25/30% da área de soja para serem colhidas na região que sofreu com dois veranicos de 20 dias cada. Produtores esperam volta das chuvas nesta semana para alavancar desenvolvimento do milho safrinha.
Mário Teixeira Marinho Neto - Produtor Rural

LOGO nalogo

A colheita da soja na cidade de Itambaracá no Paraná já avançou para cerca de 70/75% do total plantado e, até o momento, os produtores registram queda na casa de 40% na produtividade que está girando em torno das 30/35 sacas por hectare. A causa dessa diminuição é creditada as dificuldades climáticas na região.

“Tivemos uma seca em outubro e outra em dezembro. Teve uma parte do município que tomou uma chuva a mais e consegue produzir um pouquinho a mais, mas pelo o que estamos vendo aqui em Itambaracá vai cair bastante. Esse ano foi complicado com temperaturas altas e praticamente sem chuva e isso abortou muito a vagem”, conta Mário Teixeira Marinho Neto, produtor rural de Itambaracá/PR.

Essa falta de chuvas começa a causar apreensão também para o milho safrinha que já está, em boa parte, instalada no município. “Tivemos uma chuva há quinze a trás e fizemos uma parte do plantio, mas depois deixamos a plantadeira no barracão porque não tinha umidade para plantar. Estamos esperando até agora e esperamos que essa chuva que está prevista para terça-feira venha para podermos continuar o plantio dentro da janela”, pontua Marinho.

Confira a íntegra da entrevista no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário