MS encerra colheita da soja com produtividade 18% menor do que o esperado e aguarda boa safrinha de milho

Publicado em 16/04/2019 11:21 e atualizado em 16/04/2019 14:02
394 exibições
Após sofrer com falta de chuvas estado tem média de produtividade de 48 sacas por hectare, mas algumas regiões ficaram entre 20 e 30. Expectativas para safrinha de milho são altas e produtores esperam 78 sacas por hectare.
Frederico Azevedo - Diretor Executivo da Aprosoja/MS

Podcast

Entrevista com Frederico Azevedo - Diretor Executivo da Aprosoja/MS sobre o Panorama da safra da soja no MS

Download

LOGO nalogo

A colheita de soja da safra 2018/19 no Mato Grosso do Sul já se encerrou. Após diversos problemas climáticos, com algumas áreas do estado ficando até 30 dias sem chuvas, as produtividades ficaram na casa das 48 sacas por hectare, uma queda de 18% com relação a expectativa inicial de 59 sacas.

Quando olha para o mercado, cerca de 58% da safra já foi negociada, índice dentro da média histórica para o estado. Na última semana as vendas paralisaram, com os produtores aguardando melhores oportunidades de negócios, de acordo com informações de Federico Azevedo, diretor executivo da Aprosoja Mato Grosso do Sul.

Já para a safrinha de milho as expectativas estão altas no estado. 90% da área foi semeada até o dia 15 de março, dentro da melhor janela de cultivo. Após atingirem média de produtividade de 70 sacas por hectare na safra passada, os produtores sul-mato-grossenses esperam produzir na casa das 78 sacas.

No mercado do milho as vendas dessa safrinha já registram 36% do total, um nível bem a cima dos 16% registrados no mesmo período do ano passado. Segundo Azevedo, essa é uma estratégia dos produtores para aproveitar os preços bons antes do início da colheita que deve pressionar as cotações para baixo com a possibilidade de grande produção brasileira.

Confira a íntegra da entrevista no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário