Goiás tem plantio de soja levemente atrasado, mas ainda espera boa produtividade e rentabilidade

Publicado em 18/10/2019 11:04 e atualizado em 18/10/2019 13:21
1045 exibições
Ifag projeta área cultivada 2% maior e 5 sacas por hectare a mais na produtividade média do estado. Até o momento cerca de 35% da produção já foi negociada com bons níveis de preços futuros.
Leonardo Machado - Analista Técnico do IFAG

Podcast

Goiás tem plantio de soja levemente atrasado, mas ainda espera boa produtividade e rentabilidade

Download

LOGO nalogo

O plantio da safra de soja 2019/20 em Goiás está levemente atrasado até o momento, com 20% da área já semeada, contra 25% do mesmo período na safra passada. No aguardo de novas chuvas, estes trabalhos foram paralisados nesta semana, já que o volume de chuvas está a baixo do normal. 

Segundo o analista técnico do Ifag (Instituto para o Fortalecimento da Agropecuária de Goiás), Leonardo Machado, a expectativa é de que o plantio seja retomado nos próximos dias e se estenda até os primeiros dias de novembro. Esse prazo não chega a impactar na produtividade da soja, mas pode causar o encurtamento da janela para a segunda safra de milho em 2020. 

O analista destaca que a expectativa do Ifag é de que a área cultivada nesta safra seja 2% maior do que a safra 2018/19 e que a produtividade salte das últimas 53,33 sacas por hectare para 58,33 sacas. 

Machado comenta ainda que cerca de 35% da produção já foi negociado com preços futuros entre 74 e 75 reais, índices muito semelhantes aos encontrados no ano passado, e que o produtor goiano deve ter bom resultado de produtividade e rentabilidade neste ciclo, caso não haja mais problemas climáticos. 

Confira a entrevista completa com o analista técnico do Ifag no vídeo.

Por: Guilherme Dorigatti
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário