Feijão: As referências de hoje variam entre R$ 150 e R$ 120

Publicado em 02/09/2013 16:00
776 exibições

Feijão carioca: Nesta segunda-feira (02), houve oferta de 27.000 sacas e saldo de, aproximadamente, 17.000 sacas as cotações mantiveram-se com as seguintes referências: nota 9 ou melhor R$ 150, R$140 nota 8,5 , R$135 nota 8 e R$120 nota 7 .
*Lembre-se bolsinha registra com baixa confiabilidade o que ocorre no mercado paulista. Não reflete o que ocorre nas regiões produtoras do Brasil. 

Feijão preto: Mercado interno segue dependente do feijão chinês que é ofertado no Porto de Paranaguá. R$ 165 foi o preço negociado na semana passada como máximo até o momento. 

Feijão preto na China - As áreas de plantio diminuíram muito em 2013 devido ao baixo nível de preço nos últimos 2-3 anos quando comparados com os feijões rajados e brancos. 
Devido à inundação grave na principal região de produção de feijão preto, grandes áreas da cultura foram danificadas. 
A produção é muito pequena. A qualidade vai ser um grave problema além da umidade. 
A produção estimada para a safra 2013 será em torno de 70.000 ton. O estoque de 2012 esta ao redor de  20.000 ton.  
A quantidade total de feijão preto no mercado será em torno 90.000 ton. Lembramos que no ano passado nesta época havia 200.000 ton entre safra velha e nova. 
 A produção final deste ano ainda depende do clima na época da colheita que será atrasada em 15 dias devendo ocorrer somente em fim de setembro. 

Feijão caupi: Mercado estável já com raras ofertas de guariba, que tem como referência R$ 50 por saca de 60 kg FOB fazenda. Ainda há oferta das variedades Nova Era e bico de ouro sem referências de cotação devido a baixa qualidade. Exportações devido a volatilidade do dólar parada no momento. 

Tags:
Fonte: Correpar

0 comentário