Feijão: Pouca movimentação no Brás, típico de início de mês

Publicado em 02/09/2014 16:00 337 exibições

Sem movimentação, própria de início de mês, havia hoje somente as sobras de ontem ao redor de 22.000 sacas, ou seja, ontem durante o dia venderam cerca de 4.000 sacas e hoje pela manhã cerca de 5.000, finalizando com 17.000 sacas as 7 horas. Óbvio que quem precisa de feijão busca nas fontes diretamente e a grande maioria que se sujeita a comprar ali busca o prazo. Os maiores empacotadores apenas estão ali como observadores. Os volumes informados pelos operadores do Brás refletem muitas vezes interesses dos compradores. Se baixam o preço em São Paulo, conseguem forçar o produtor a vender mais baixo. Não há pregão, leilão, nada parecido. Não há a mínima transparência. Assim defendemos que o mais importante é o que acontece nas fontes.

Saiba mais sobre o mercado de feijão no informativo da Correpar SÓ FEIJÃO.

Tags:
Fonte:
Correpar

0 comentário