Fala Produtor

  • Romano Rodrigo Markoski Seberi - RS 11/05/2007 00:00

    <font size="2"><span style="font-family: Verdana;">De que adianta fazernos nossa parte esse ano se esse governo n&atilde;o faz a dele, deixando essas multinacionais fazerem o que querem conosco n&atilde;o basta o que passamos a tr&ecirc;s anos atras!!!! o que &eacute; isso meu Deus!!! onde j&aacute; se viu pagar 50 reais por 50 kilos de &uacute;reia, &eacute; so um exemplo!!!!! como plantar, como produzir num cenario assim!!! </span></font>

    0
  • Gilmar Dellosbel Querência - MT 11/05/2007 00:00

    <font size="2"><span style="font-family: Verdana;">Jo&atilde;o Batista! N&oacute;s, agricultores, temos muito que agradecer&nbsp;a voces por&nbsp;transmitirem&nbsp;a dura realidade do homem do campo. Eu tamb&eacute;m gostaria que mostrasse aos brasileiros que a crise do campo j&aacute; se reflete nos grandes centros. Por exemplo:&nbsp;O poder p&uacute;blico n&atilde;o consegue dar seguran&ccedil;a, moradia, sa&uacute;de, educa&ccedil;&atilde;o e outras assist&ecirc;ncias, n&atilde;o porque os profissionais est&atilde;o ficando incapazes, mas sim porque o abandono do homem do campo, por causa desta pol&iacute;tica agr&iacute;cola desastrosa, faz inchar os grandes centros. <br /><br />DESEMPREGADO TAMBEM COME!</span></font>

    0
  • Ivan Biasotto Tangara da Serra - MT 11/05/2007 00:00

    <font size="2"><span style="font-family: Verdana;">J&otilde;ao Batista, aconteceu o que se temia: &nbsp;o Mato Grosso quebrou no ano passado e este ano ficar&aacute; impossibilitado de seguir plantando. O lucro da safra 2006/2007 n&atilde;o pagou o juro da rolagem da divida. As entidades que representam a Agricultura s&oacute; sabem pedir prorroga&ccedil;&atilde;o de contas...&nbsp;E a viabilidade de produzir, como fica? Os agricultores tem que se unir rapidamente e protestar em Brasilia, sob pena de terminarem suas vidas em situa&ccedil;&atilde;o de pobreza absoluta. Vamos acordar e parar de bater palmas para o Lula.</span><br style="font-family: Verdana;" /><br style="font-family: Verdana;" /><span style="font-family: Verdana;">&nbsp;Abra&ccedil;o Ivan Biasotto</span></font>

    0
  • Cristiano Zavaschi Cristalina - GO 11/05/2007 00:00

    <font size="2"><span style="font-family: Verdana;">Caro Jo&atilde;o Batista. Veja o tamanho da alta dos insumos agr&iacute;colas em 2007. Uma alta muito maior do que o aumento de receita obtido com as recentes altas nos pre&ccedil;os internacionais. E aqui vai uma sugest&atilde;o: porque n&atilde;o fazemos como a constru&ccedil;&atilde;o civil que tem seu ind&iacute;ce inflacion&aacute;rio pr&oacute;prio --&nbsp;o Ind&iacute;ce de Pre&ccedil;os da Constru&ccedil;&atilde;o Civil?&nbsp;Poderiamos reajustar contratos, pre&ccedil;os m&iacute;nimos, etc. por um &iacute;ndice de pre&ccedil;os da Agricultua e da Pecu&aacute;ria. Nosso setor tem que se organizar e mostrar ao governo e a sociedade que algu&eacute;m s&oacute; pode continuar produzindo alimento barato se puder comprar insumos com pre&ccedil;os compat&iacute;veis para tal finalidade. N&atilde;o estamos sabendo comunicar nossas dificuldades de maneira objetiva para a sociedade que acha que nossos problemas est&atilde;o resolvidos com o advento da bioenergia,o que &eacute; um grande engano. Se ganharmos em receita, perderemos no custo, que fatalmente subir&aacute;. Um abra&ccedil;o e at&eacute; mais!</span></font>

    0
  • Anderson Gonçalves de Souza Posse - GO 10/05/2007 00:00

    Caro João Batista!<br />

    <br />

    Gostaria de entender o que ocorre com nosso país.<br />

    Nós produtores estamos a tempos esperando medidas como as do FAT, que ao meu ver foi apenas manobra de nos enrolar, sabemos e nossos governantes também, que necessitamos de mais prazo para os pagamentos de investimento e dívidas renegociadas, e no entanto sempre chegamos em cima da hora para que se tomam medidas ou ainda, que não a teremos, como o caso do FAT. Enquanto o nosso presidente lula paga horrores para investidores, especuladores e ainda fornece de bandeja descontos ao país visinho na aquisição de uma estatal brasileira.<br />

    Isto tudo nos proporciona cada vez mais desestímulo para continuarmos em nossa atividade, estou começando a ficar vencido com tato descaso.<br />

    <br />

    Obrigado por vocês do canal rural estarem sempre nos motivando.

    0
  • João Alves da Fonseca Paracatu - MG 09/05/2007 00:00

    Será o que aconteceu com o chamado FRA (Fundo de Recebíveis do Agronegócio), alguns dias atrás só se falava nele, foi só o Ministro do Trabalho Carlos Lupi vetar o uso do FAT que o mesmo saiu de linha.<br />

    Não se fala nele, ninguém faz mais nada, parlamentares, executivos e principalmente lideranças rurais.<br />

    Será que num passe de mágica todos agricultores endividados com o setor privado acertaram sua contas? Aqui na nossa região os cartéis (BUNGE, CARGILL, SYNGENTA, BASF, BAYER, Bancos das indústrias de máquinas etc) e seus respectivos representantes estão botando pra quebrar, executando, penhorando, pressionando e até bloqueando contas bancárias por via judicial.<br />

    Quando e ex Ministro Roberto Rodrigues diz que o produtor está com a consciência alegre (por produzir uma boa safra) e com o bolso triste (por ñ ter renda pra honrar seus compromissos) dá-se a exata dimensão do atoleiro em que nos encontramos.<br />

    Caros colegas é hora de uma reflexão profunda, de que adianta sustentar todo um processo de riquezas se quem é locomotiva só trabalha para manter o comboio sanguessuga (fornecedores, trabalhadores, intermediários, tradings, prestadores de serviços e governo). A dilapidar-nos até o último esforço e depois nos taxar de chorões, incompetentes e caloteiros.<br />

    Pense nisto, coloque este tema para ser discutindo com a sua comunidade, unidos seríamos imbatíveis.<br />

    <br />

    <br />

    <br />

    João Alves da Fonseca<br />

    <br />

    <br />

    Paracatu (MG).<br />

    0
  • Jesus Adelungue Domingos Poços de Caldas - MG 08/05/2007 00:00

    Caro Giovani Giotti,os agricultores(assim como eu no passado)estão chorando o aumento dos fetilizantes,da baixa do dolar,(qdo aumenta o dolar aumenta os fertilizandos , os inseticidas , herbicidas, etc, etc, qdo o dolar baixa aumenta tôdos os produtos novamente)choramos o endividamento porque o govêrno não nos apoia, estamos querendo fazer reunião em cooperativa para comprar em bloco (plantar+)insistimos em produzir +)onde nunca houve respaldo do govêrno somos uma classe em extinção(agricultura de grãos)não percebemos , que o melhor preço é o da oferta e da procura.<br />

    Se houve uma produção record foi porque compramos + se compramos + houve mais procura dai o aumento do prêço , sem contar a inundação da fábrica de uréia na Russia.<br />

    Na safra 2006/7 vários agricultores assim como eu nos manifestamos para que a área plantada fosse reduzida diminuindo a oferta e consequentemente aumento nos preços , porém diante de várias opiniões qtos espertalhões aproveitaram a oportunidade e plantaram + ,se a maioria pensa assim "assim aconteceu" por sorte veio a febre do etanol a ilusão do biodiesel e o mundo com mêdo da escassez (por alimentos),passou a estocar ,caso contrário (sem política agricola )muitos espertalhões teriam que engolir a sua safra.<br />

    Qto ao assunto de aumento de 40%de venda de máquinas agrícolas na agrishow,deve-se levar em conta que a agricultura e dívidida em vários seguimentos, uns setores vão maravilhosamente bem outros vão mal , o aumento de venda de máquinas se deu + p/usinas de açucar e alcool e para a cafeicultura dois setores em espanção,qto a área de grãos ,arroz, soja ,feijão etc qual foi a porcentagem de venda de máquinas ?, essa é minha opinião Enquanto não houver uma política agrícola nos moldes da União Européia , Estados Unidos , não adianta insistir , pois como diz o Daud, no Brasil se emprestar a juros zero para a gricultura é um mal negócio (grãos).

    0
  • Romano Rodrigo Markoski Seberi - RS 08/05/2007 00:00

    De que adianta fazernos nossa parte esse ano se esse governo n&atilde;o faz a dele, deixando essas multinacionais fazerem o que querem conosco. N&atilde;o basta o que passamos a tr&ecirc;s anos atr&aacute;s?&nbsp;O que &eacute; isso meu Deus!!! Onde j&aacute; se viu pagar 50 reais por 50 quilos de &uacute;reia, &eacute; so um exemplo!!!!! Como plantar, como produzir num cen&aacute;rio assim???

    0
  • Dirceu A. S. Rubin Cruz Alta - RS 08/05/2007 00:00

    Caro Jo&atilde;o Batista! &Eacute; com indigna&ccedil;&atilde;o, decep&ccedil;&atilde;o e revolta que encerramos mais uma safra com boa produtividade, visto que mal conseguiremos pagar o custo da lavoura, sem nenhuma condi&ccedil;&atilde;o de quitarmos contas prorrogadas. <br />Por oportuno, sugiro ao Tribunal de Contas que fa&ccedil;a uma auditoria nas CPR-Financeiras, contratadas com juros de at&eacute; 24% cobrados por dentro. Tamb&eacute;m, aos custeios e investimentos tomados com recursos livres, cujos juros chegavam &agrave; 15%. <br />Grato pela oportunidade.

    0
  • Giovani Giotti Luis Eduardo Magalhães - BA 08/05/2007 00:00

    Jo&atilde;o Batista, tenha uma sugest&atilde;o para o produtor se protejer destes aumentos abusivos dos fertilizantes e demais insunmos: os agricultores deveriam se reunir no sindicato rural de sua cidade, e chamar os representantes das industrias de adubos e demais insumos da regi&atilde;o, e comprar em bloco da empresa que oferecer o melhor pre&ccedil;o. Dessa forma, com certeza, iremos reduzir bastante os nossos custos. Devemos lembrar que um graveto s&oacute; &eacute; facil de quebrar mas, juntos estaremos mais forte... A uni&atilde;o faz a for&ccedil;a!!!. Sem mais, Giovani Giotti

    0
  • Dário José Magnani Pranchita - PR 08/05/2007 00:00

    eu preciso de um site que me indique quando o produto vai subir ou cair de preço porque os site que eu conheço só comenta porque subio ou porque caio isso eu faço tambem.

    0
  • Luciano Rodrigues Queiroz SETE LAGOAS - MT 08/05/2007 00:00

    O grande problema de nossa agricultura de grãos é que muitos produtores (principalmente descedentes de japoneses, alemães, italianos) querem resolver seu problema individualmente. Investem alto em tecnologia (ILUDIDOS PELAS MULTINACIONAIS) e que leva a altas produções e consequentemente preços baixos, e como estão com custo alto, a margem de lucro é mínima. Se nos uníssemos e adotássemos tecnologia média e/ou baixa teríamos no global menores produções e consequentemente preços melhores, maior lucro e estabilidade financeira ao produtor, pois esse não estaria trabalhando para as multinacionais vendedoras de insumos, mas para si e pelo seu País.

    0
  • Cláudio Sérgio Pretto Água Boa - MT 08/05/2007 00:00

    Estas relatos de que o Agrishow teve volume de vendas 40% maior que a versão passada é pura conversa fiada, na prática isto não é verdade, na realidade produtores visitam o Agrishow, se empolgam, vão na conversa de vendedores e fazem pedidos de máquinas e quando voltam pra casa pensam melhor e não realizam mais o negócio, outra coisa, os bancos não financiam nada na feira, apenas acatam propostas que para serem liberadas passam por toda a burocracia normal e muitos financiamanetos não são liberados.<br />

    Esta é a realidade.

    0
  • Romano Rodrigo Markoski Seberi - RS 07/05/2007 00:00

    Diz um ditado: quem sonha n&atilde;o desiste nunca. Mas do jeito que as coisas se encaminham o sonho est&aacute; virando pesadelo e o desanimo come&ccedil;a a tomar conta do campo de novo. N&atilde;o adianta a m&iacute;dia vir com noticias contradit&oacute;rias falando em super safra, euforia no campo, dinheiro as bulhufas, TUDO MENTIRA!!! A COISA T&Aacute; FICANDO PRETA!!! De que adiantou colhermos bem esse ano se h&aacute; tr&ecirc;s anos atr&aacute;s n&atilde;o colhemos nada, absolutamente NADA!!! Safra 2003/2004 quebra de 40% na soja, no milho, quebra de 80%. Safra 2004/2005 grande seca quebra de 90% na soja sem colheita de milho na minha regi&atilde;o. 2005/2006 boa safra, mas n&atilde;o dava pra comprar um quilo de banana com uma saca de soja, muito menos com uma de milho. E agora vem a m&iacute;dia e diz que temos dinheiro!!! Claro n&atilde;o &eacute; no deles que est&aacute; ardendo. Desculpe pelos termos, mas me revolto pela situa&ccedil;&atilde;o que chegamos. Jo&atilde;o Batista um abra&ccedil;o e continue a nos defender.

    0
  • Dário José Magnani Pranchita - PR 07/05/2007 00:00

    Vendo a imprensa divulgando o recorde de venda na feira de Ribeir&atilde;o Preto isso &eacute; um chamariz para o agricultor se endividar. E tem agricultor na sua grande maioria que vai na onda e compra e depois aparece na televis&atilde;o chorando porque n&atilde;o pode pagar comprou na emo&ccedil;&atilde;o e se ferrou na raz&atilde;o, o que o agricultor tem que fazer &eacute; parar n&atilde;o investir nada n&atilde;o comprar para se gabar. Tem que fazer o b&aacute;sico s&oacute; comprar insumos para a planta, m&aacute;quinas nem uma. Das minhas m&aacute;quinas a mais nova &eacute; de 1992 e esse ano bati meu recorde de produ&ccedil;&atilde;o porque aconteceu isso, porque parei.

    0