Fala Produtor - Mensagem

  • EDUARDO LIMA PORTO PORTO ALEGRE - RS 06/12/2018 11:31

    A FPA não tem um padrão ideológico definido e está composta por partidos de matizes tão variados como pode ser o DEM e o PT, com muita gente do PMDB e PSDB, entre outros.
    A questão que se apresenta é que não se conseguirá evitar uma escalada tributária contra o Agro, se a Frente Parlamentar da Agricultura não der exemplos muito claros de austeridade e de ruptura com a tradição do esbanjamento do dinheiro público.
    Conforme muito bem apontado pelo Sr. Rodrigo Pires, no apagar das luzes do Governo Temer essa mesma Bancada também aprovou o aumento para o STF e agora está prestes a liberar geral para que os Municípios violem a Lei de Responsabilidade Fiscal.
    Se a dita Bancada Ruralista participa disso sem a menor cerimônia e não trava o pé de forma pública em defesa do que é certo, de que forma o setor do agronegócio pode esperar que as suas justas demandas possam ser reconhecidas?
    Se nós não cobrarmos uma postura de decência de cada parlamentar que nos representa, estaremos sim chancelando o ROUBO.
    Estaremos rigorosamente nos igualando aos membros da CUT que militam a favor dos ladrões do PT porque estes defendem seus interesses.

    Comentário referente a notícia: A taxação do Agro e a manutenção dos privilégios, por Eduardo Lima Porto

    2
    • RODRIGO POLO PIRESBALNEÁRIO CAMBORIÚ - SC

      Exatamente Eduardo, só que essa diferença ideológica fica somente no discurso..., na prática, quando é para votar contra o Brasil e os brasileiros, contra os produtores rurais que são brasileiros também, eles votam todos em bloco. Contra o país e a população pobre.

      1
    • PAULO ROBERTO RENSIBANDEIRANTES - PR

      O Estado brasileiro tem fome e, sua fome não tem fim. A estrutura de arrecadação do Estado tem as melhores mentes do país, para que o fluxo de recursos não cesse, então não será com pressão em cima de bancadas temáticas do Congresso que vamos estancar esse "desejo de arrecadar".Estou cansado de tomar rasteira dos representantes que elegemos, para melhorar esse estado de coisas, mas o problema está nos corredores e nas caladas de noites, onde o corporativismo político grita nos nossos ouvidos moucos: PAGA TROUXA !!! Nossas vidas são movidas por expectativas e, quanto maior a expectativa no "Zé" ou "Tonho" que elegermos, maior será a frustração, pois os "Zés & Tonhos" são gente como a gente, fruto de um país sem ÉTICA...

      0