Bolsas norte-americanas não operam nesta quarta com feriado nos EUA

Publicado em 04/07/2012 07:37 e atualizado em 04/07/2012 10:48 836 exibições
Nesta quarta-feira, 4 de julho, comemora o feriado do Dia da Independência nos Estados Unidos. Por conta disso, as bolsas de Chicago e de Nova York não operam. Na quinta-feira, os negócios serão retomados a partir das 11h30 (horário de Brasília). 

No pregão de terça-feira (3), soja, milho e trigo encerraram os negócios com fortes altas na Bolsa de Chicago. A soja fechou o dia com altas superiores a 30 pontos nos principais vencimentos, com o vencimento agosto valendo US$ 15,26 por bushel, subindo 31,75 pontos. 

Os holofotes dos traders continuam todos focados nas condições climáticas bastante adversas nos Estados Unidos e que impactam diretamente no bom desenvolvimento das lavouras do país. A produção norte-americana segue sofrendo com a falta de chuvas e temperaturas elevadas em um estágio em que a água é fundamental. 

De acordo com o professor de história da economia da Universidade de Paris, Philippe Chalmin, a soja, que este ano já subiu 21%, é a commodity agrícola mais "quente" do momento. "Hoje, provavelmente, o mercado mais quente entre as agrícolas é o da soja. A China está subsidiando a importação de soja a fim de limitar a inflação dos preços alimentos. 

O professor explica que além da quebra de safra registrada na América do Sul, que foi muito severa por conta da estiagem causada pelo La Niña, outros fatores para a escalada dos preços da oleaginosa têm sido a alta e firme demanda chinesa pelo produto, um aumento da área de milho nos Estados Unidos na safra 2012/13 e também o calor intenso e a seca que castigam as lavouras norte-americanas. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

Ao continuar com o cadastro, você concorda com nosso Termo de Privacidade e Consentimento e a Política de Privacidade.

0 comentário