Agricultura do Chile também sofre com seca e governo deve decretar estado de emergência

Publicado em 09/10/2013 16:40
591 exibições

O presidente do Chile, Sebastián Piñera anunciou nesta quarta-feira (9) que o governo irá decretar emergência agrícola em algumas comunidades da Região Metropolitana do país, sem especificar quais, que irão se juntar às três regiões onde a medida já foi adotada para enfrentar as consequências das geadas de setembro.

O presidente também disse aos chilenos para tomar cuidado com os especuladores que querem se aproveitar da crise climática para aumentar injustamente os preços de alguns produtos.

"Já está decretada a emergência agrícola em Valparaíso, Libertador Bernardo O'Higgins e Maule e esperamos hoje decretar emergência agrícola em algumas comunidades da região metropolitana", disse o presidente em uma coletiva de imprensa junto aos ministros na La Moneda.

Entre as medidas emergenciais apontadas por Piñera estão um incentivo ao financiamento, um plano de capacitação, a realização de feiras regionais e um plano de reabilitação agrícola. Para os usuários do Indap (Instituto de Desarrollo Agropecuario), se estabelece também um abono de até 200.000 pesos (cerca de R$880) por hectare que irá beneficiar cerca de 6.000 pequenos agricultores.

"Cerca de 15 usuários do Indap contam com um seguro por problemas climáticos e nas zonas afetadas cerca de 60% dos pequenos produtores contam com este seguro", apontou Piñera.

Com informações do site América Economia

Tags:
Por: Izadora Pimenta
Fonte: Notícias Agrícolas

Nenhum comentário