Na VEJA: Boletim médico diz que Genoino teve crise de pressão alta e não infarto

Publicado em 22/11/2013 15:28 356 exibições

O boletim médico do Instituto de Cardiologia do Distrito Federal (ICDF) divulgado nesta sexta-feira informa que o ex-presidente do PT José Genoino teve uma crise de pressão alta ontem. A informação contraria a versão do advogado, Luiz Fernando Pacheco, segundo quem o mensaleiro poderia ter sofrido um infarto. Após passar mal, Genoino foi levado às pressasdo Complexo Penitenciário da Papuda, onde cumpre pena, para o hospital.

José Genoino se entrega na sede da Polícia Federal, em São Paulo

Genoino deve permanecer internado, segundo hospital (Ivan Pacheco)

“Após realização dos exames (...), foi descartado o infarto agudo do miocárdio e diagnosticado elevação dos níveis pressóricos (pressão arterial)”, informou o hospital. Segundo o boletim médico, o quadro de Genoino é estável, mas ele deve permanecer internado até atingir “o controle adequado da pressão arterial e dos parâmetros da coagulação”. O hospital diz que o aumento da pressão arterial pode comprometer o resultado da cirurgia de correção de dissecção da aorta, realizada em julho deste ano, quando Genoino ficou internado durante 27 dias, em São Paulo.

Nesta quinta-feira, o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministro Joaquim Barbosa, determinou a realização de uma perícia médica para avaliar o estado de saúde do mensaleiro. Na decisão, o ministro solicitou que Genoino fosse analisado por três cardiologistas para saber se ele deveria ser internado em uma unidade hospitalar ou ficar em sua casa. Até que a junta médica se pronuncie, o petista pode cumprir pena no hospital ou em sua casa.

Logo após ser preso, sua defesa encaminhou um pedido de prisão domiciliar, afirmando que o estado de saúde do petista é grave. Laudo do Instituto Médico Legal confirmou a informação e disse que ele precisa de alimentação especial e medicamento próprio.

Tags:
Fonte:
Veja.com.br

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário