Na Folha: Investidor com interesse no Brasil pode comandar agricultura dos EUA

Publicado em 27/12/2016 06:21 199 exibições
Por Mauro Zafalon, coluna Vaivém das Commodities

Os produtores rurais dos Estados Unidos estão perdendo a paciência com Donald Trump, o presidente eleito e que deverá assumir a Presidência em 20 de janeiro.

Durante a campanha, Trump esteve próximo do eleitorado rural, inclusive com a nomeação de participantes do setor no comitê estratégico do candidato.

A estratégia deu certo, e a grande maioria do Meio-Oeste norte-americano, a principal área produtiva agrícola do país, deu apoio ao candidato republicano.

A caminho do final de ano, e a poucas semanas da posse, Trump ainda não definiu quem será o nome que vai comandar o Usda (Departamento de Agricultura dos EUA, espécie de Ministério da Agricultura). Praticamente todos os demais ministérios já contam com seus futuros ocupantes definidos.

Já vieram sinais de todos os lados para a indicação do posto de secretário agrícola no Usda. Muitos deles, no entanto, preocupam os produtores, que querem alguém do setor e que tenha visão dos problemas a serem enfrentados nos próximos anos.

Leia a notícia na íntegra no site Folha de S.Paulo.

Tags:
Fonte:
Folha de S.Paulo

RECEBA NOSSAS NOTÍCIAS DE DESTAQUE NO SEU E-MAIL CADASTRE-SE NA NOSSA NEWSLETTER

0 comentário