Glencore une-se à ADM, Bunge, Cargill, COFCO e LDC nas operações de commodities agrícolas

Publicado em 19/09/2019 16:21
4942 exibições

O grupo que integra a iniciativa do setor nas operações comerciais globais de commodities agrícolas anunciou hoje a entrada de outro grande parceiro, a Glencore Agriculture Limited.

"Nos interessamos pela iniciativa desde o início e estamos animados com nossa entrada como parceiro integral", afirmou David Mattiske, CEO da Glencore Agriculture Limited.

-- "A plataforma digital que este grupo pretende desenvolver utilizará as tecnologias mais avançadas e tem o potencial de revolucionar nosso setor, tornando os processos de execução de contrato mais eficientes, precisos e transparentes. Esses avanços são necessários para que nosso setor continue desempenhando globalmente seu papel essencial de maneira eficiente e eficaz. Os benefícios serão sentidos por empresas de todos os portes ao longo da cadeia de valor após a negociação."

A iniciativa, que agora inclui a Glencore Agriculture Limited em conjunto com a Archer Daniels Midland Company (NYSE: ADM) ("ADM"), Bunge Limited (NYSE: BG) ("Bunge"), Cargill Incorporated ("Cargill"), COFCO International Ltd ("COFCO International") e Louis Dreyfus Company ("LDC"), está analisando novas tecnologias – como inteligência artificial e blockchain – para criar soluções digitais e automatizar processos após a negociação de grãos e oleaginosas, reduzindo os custos para movimentar produtos agrícolas e alimentícios ao redor do mundo.

O grupo prepara o lançamento da nova plataforma para o segundo semestre de 2020, sujeito a aprovações regulamentares.

"Este esforço está crescendo e o motivo é claro: estamos oferecendo benefícios claros e tangíveis para o setor, criados pelo próprio setor", afirmaram os participantes da iniciativa em uma declaração conjunta.

"Os clientes, parceiros e outros participantes do setor apreciam o potencial que nossa plataforma oferece, bem como o fato de estarmos em parceria com eles desde o início do processo para garantir que todas necessidades do setor sejam atendidas."

Desde que anunciou o projeto em outubro de 2018, o grupo promoveu workshops e mesas de debate com diversos públicos envolvidos no setor, incluindo transportadoras, fretadores, compradores, fornecedores de serviço, instituições financeiras, associações comerciais e autoridades regulatórias.

Ao colaborar em questões críticas, como segurança e privacidade de dados, escolhas de tecnologia, modelo de negócios, adoção de estratégia,funcionalidades e capacidades, o grupo está garantindo que a nova plataforma atenderá às necessidades de todo o setor.

Os próximos passos incluem o desenvolvimento e a execução, com foco em um projeto que incluirá remessas internacionais de soja a granel do Brasil para a China. O grupo também está finalizando a seleção de fornecedores e parceiros para soluções tecnológicas.

Tags:
Fonte: COFCO

0 comentário