Plantio no prazo, mas acelerado após cada chuva

Publicado em 16/11/2010 07:22
200 exibições
Os agricultores do MaToPiBa mostram-se cada vez mais preparados para aproveitar cada chuva para o plantio. Com plantadeira de 30 linhas, Odir José Pradella, de Formosa do Rio Preto (BA) pode avançar até 12 hectares por hora. Três plantadeiras foram emendadas para agilizar a tarefa, que deve ser concluída ainda em novembro. Na Bahia, o plantio segue dentro da janela agroclimática das culturas de verão, e deve atingir 70% da área em dez dias, após as chuvas desta semana.

Mesmo quem teve de paralisar o plantio por falta de umidade mostra-se tranquilo. A Família Fritzen, de Bom Jesus (PI), com 7,3 mil hectares de cultivo, também prevê conclusão dos trabalhos dentro do período mais indicado. O cumprimento do prazo é considerado essencial para que a lavoura atinja o potencial de 4 mil quilos por hectare, calculado a partir dos investimentos em insumos. No Piauí, os agricultores estão com perto de um terço das lavouras semeadas e devem encerrar os trabalhos até meados de dezembro.

Segundo as previsões meteorológicas, pancadas de chuva devem beneficiar toda a região nesta semana, incluindo Maranhão e Tocantins. Os produtores dizem que precisam estar preparados para acelerar o plantio porque as precipitações têm sido irregulares, ou seja, nem sempre chegam a todos os talhões com data marcada.
Tags:
Fonte: Gazeta do Povo

0 comentário