Algodão: Baixo crescimento econômico mundial pressiona mercado

Publicado em 06/06/2012 11:10 886 exibições
O mercado mundial de algodão voltou a ser pressionado pelas condições macroeconômicas desfavoráveis. Havia expectativa de que as economias pudessem se recuperar rapidamente, o que poderia aliviar a pressão sobre os grandes estoques de passagens previstos para as safras atual e próxima. No mercado interno, de acordo com informações do Cepea, a liquidez não reage, com compradores postergando o quanto podem suas aquisições, na expectativa de quedas mais expressivas das cotações. Entre 29 de maio e 5 de junho, o Indicador CEPEA/ESALQ com pagamento em 8 dias recuou 2,85%, fechando a terça-feira, 5, a R$ 1,5160/lp. Apenas alguns compradores com urgência da pluma estiveram ativos nos últimos dias. Boa parte desses agentes acredita em quedas mais expressivas nas próximas semanas e segue recuada para novas negociações. Produtores, por sua vez, começam a disponibilizar lotes a preços inferiores na comparação com os últimos dias e tentam liquidar os tipos baixos. De modo geral, vendedores estão focados na colheita e negociando outros produtos agrícolas, como grãos.
Tags:
Fonte:
Cepea

0 comentário