Tsunami de denúncias de corrupção encorpam indignação popular no Brasil

Publicado em 26/07/2011 08:54 320 exibições
Rolam pela Internet convocatórias para dois protestos públicos contra a corrupção brasileira, um deles, um panelaço ou buzinaço, previsto para o dia 1o de setembro, 11h, e o outro para o dia 7 de setembro, neste caso um evento no qual todos terão que desfilar pelas ruas com nariz de palhaço.

. É uma convocatória inicial para algo que poderá vir a acabar na Praça Tahrir, no caso a Praça dos Tres Poderes, em Brasília, ou em cada Praça da Matriz do Brasil.

. Há vida por trás das manifestações de indignação que movimentam a Internet.

. Neste final de semana, o editor apontou pelo menos meia dúzia de lambanças que em outros tempos produziriam a queda do governo, mesmo encaradas isoladamente.

. Há um mar de lama que precisa ser contido antes das eleições do ano que vem.

. Aí vão tres exemplos das denúncias do final de semana:

O irmão do líder do governo se atrapalhou com R$ 8 milhões de dinheiro do povo - Trata-se de Oscar Jucá Neto, nomeado diretor Financeiro da Conab (em 2009, ele já tinha caído, no meio de lambanças na Infraero). Ele mandou pagar R$ 8 milhões de dívidas da empresa Renascença, cujo controle mudou dias antes, passando para dois laranjas, um pedreiro e um vendedor. O ministro Rossi tentou demiti-lo, o líder Jucá impediu, mas o caso caiu na rede de Dilma Rousssef. CLIQUE AQUI para ler a reportagem completa de Veja.

O governador do PT avisa que denúncia era mentirosa - O mentiroso, no caso, era Daniel Tavares, que avisava ser possuidor de videos de maracutaias de Agnelo Queiroz. O próprio Agnelo avisou que tudo era mentira, dias depois, e que Daniel confirmaria isto, como confirmou. Acontece que dias antes, no dia 31 de maio, o governador do PT nomeou Daniel para o governo

Tags:
Fonte:
Blog do Políbio Braga

0 comentário