Boi MT: Demanda interna segue aquecida

Publicado em 01/04/2014 09:48 599 exibições

Com o foco apenas na demanda internacional por carne bovina, o que se vê são os principais concorrentes do Brasil e Mato Grosso passando por restrições em suas respectivas ofertas, o que, no fim da contas, exercerá influência de aumento de demanda em outros mercados, formando-se uma conjuntura positiva de preços. Se analisado como foi o comportamento dos preços pagos à indústria frigorífica mato-grossense que exportou em fevereiro/14, percebe-se um aumento, na comparação com janeiro/14, de 2,09%, atingindo o valor de US$  3.571,96/tonelada. Entretanto, o mercado internacional, ou externo, representa aproximadamente um quinto das vendas das indústrias frigoríficas mato-grossenses. No âmbito da análise, os cálculos do Imea para o preço da tonelada de carne bovina vendida pela indústria mato-grossense no mercado interno foi de US$ 3.240,50, ficando claro que a melhor opção foi o mercado internacional. Portanto, é factível o ajuste da oferta de carne bovina no mercado interno e, como a demanda interna segue aquecida, há espaço para a sustentação dos preços em toda cadeia da bovinocultura de corte. 

Leia o boletim na íntegra no site do IMEA

 

Tags:
Fonte:
IMEA

0 comentário