Boi: Indústrias frigoríficas intensificam as compras de animais por conta do feriado

Publicado em 31/10/2019 17:07
399 exibições

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (31), as cotações futuras para o boi gordo finalizaram a sessão com ganhos nos principais contratos negociados na Bolsa Brasileira (B3), apenas o  vencimento Outubro/19 encerrou o dia cotado a R$ 166,70/@ com uma desvalorização de 0,18% por conta de se der o último dia útil do mês.

Já o Novembro/19 registrou uma valorização de 0,51% e precificado a R$ 175,80/@. No caso do Dezembro/19 teve um ganho de 0,84% e está em torno de R$ 179,80/@, enquanto, o Janeiro/19 também fechou a sessão com alta de 1,30% e cotado a R$ 183,00/@. O contrato Outubro/20 atingiu os patamares de R$ 187,50/@ nesta sessão.

O Cepea divulgou nesta quinta-feira que os preços do bezerro, do boi gordo e da carne seguiram em alta na maior parte de outubro, impulsionados pela baixa oferta e também pela demanda aquecida. No caso do bezerro (Indicador ESALQ/BM&FBovespa, Mato Grosso do Sul), no acumulado parcial deste mês (de 30 de setembro a 30 de outubro), a alta é de 1,27%, fechando a R$ 1.386,93 nessa quarta-feira, 30.

Confira:

>> Boi: Bezerro, arroba e carne seguem em valorização

A Radar Investimentos apontou que os preços de balcão em São Paulo tiveram valorização nesta última quarta-feira em relação aos dias anteriores. “A dificuldade de compra ficou mais clara desde o final da semana anterior e a disputa por boiadas prontas ganhou corpo, entre pequenas e grandes indústrias”, informou.   

Leia:

>> Preços de balcão em São Paulo tiveram valorização devido a disputa por boiadas, por Radar Investimentos

Com o feriado do próximo sábado, o tempo hábil para adquirir animais para abate para compor as programações de abate se encurtou, e assim, muitas plantas frigoríficas tiveram que se posicionar nas compras com maior agressividade. “Além de projetar otimismo com as vendas nas próximas semanas, as indústrias frigoríficas também têm a necessidade de recompor seus ajustados estoques”, destacou a Informa Economics FNP.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o pecuarista da região de Barretos/SP, Juca Alves, destacou que os preços podem chegar aos R$ 200,00/@ no início do próximo ano. “Vai ser uma entressafra no período de safra e podemos ter uma escassez mais acentuada de animais prontos para o abate. Acreditamos que as pastagens não vão ter qualidade suficiente e vamos ter que suplementar os animais”, relata.

Assista:

>> Entressafra do boi deve se estender pelo primeiro trimestre de 2020 e preços da arroba seguirão firmes, prevê pecuarista

Pecuaristas informaram no aplicativo AgroBrazil negócios realizados nesta quinta-feira. Na região de Guaíra/SP, foram relatados preços para o boi comum próximo de R$ 173,00/@, à vista com imposto a desconta pelo frigorífico de 1,5%. Na município de Xinguara/PA, os preços estão próximos de R$ 168,00/@, à prazo com 60 dias para pagar e imposto à descontar pelo frigorífico de 1,5%.

Para animais que atendem o padrão exportação, os participantes relataram valores na localidade de Assis/SP em torno de R$ 175,00/@, à prazo com sete dias para pagar e imposto sobre a folha de pagamento de 20%. Em Oscar Bressane/SP, os valores da arroba estão próximas de R$ 175,00/@, à vista e imposto sobre a folha de pagamento 20%.

Para saber mais detalhes, confira o aplicativo AgroBrazil AQUI

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta quarta-feira:

>> BOI

Por: Andressa Simão
Fonte: Notícias Agrícolas

0 comentário