Boi: Vencimentos futuros finalizam a 3ª feira com leves baixas na B3

Publicado em 26/05/2020 17:12 104 exibições
Mercado físico segue pouco movimentado

LOGO nalogo

Nesta terça-feira (26), os principais vencimentos para o boi gordo registraram desvalorizações Bolsa Brasileira (B3). Apenas o contrato Maio/20 terminou o dia com uma alta de 0,76% e está cotado a R$ 205,15/@.

O junho/20 está precificado a R$ 202,00/@ e teve um recuo de 0,49%. Já o Outubro/20 encerrou o dia com uma queda de 0,22% e foi negociado a R$ 203,55/@ e o contrato Novembro/20 teve uma perda de 0,10% e está cotado a R$ 205,15/@.

No aplicativo da AgroBrazil, os participantes informaram negócios na região de Cafelândia/SP para o boi China de R$ 202,00/@, à prazo com dois dias para pagar e com data para o abate em 01 de junho. No município de Ourinhos/SP, a arroba da novilha foi negociada a R$ 195,00/@, à prazo com dois dias para pagar e com data para  abater em 01 de junho.

Em entrevista ao Notícias Agrícolas, o Sócio da Radar Investimentos, Douglas Coelho,  destacou que o percentual está em dois dígitos em quase todas as praças, menos o triângulo mineiro. Atualmente, temos um diferencial de base para Campo Grande/MS ao redor de 12,5% e Dourados está em torno de 13% e podemos perceber que a oferta de animais já está mais confortável”, relata.

Em seu relatório matinal, a Radar Investimentos apontou que ocorreu poucos negócios no mercado físico nas praças paulistas. “A indústria ficou fora das compras, enquanto as programações de abate tiveram pouca evolução neste início de semana. As ofertas de compra mais comum giram entre R$195,00 e R$200,00/@, à vista, livre, em São Paulo”, apontou.

Diante da incerteza quanto ao escoamento de carne no mercado interno, os frigoríficos operam com escalas de, em média, uma semana, se mantendo comedidos nas aquisições de boiada. A Informa Economics FNP ressaltou que o menor volume de compras não é suficiente para pressão baixista na arroba, já que a disponibilidade de animais no mercado é baixa e, para conseguir efetivar negócios, paga-se valores mais altos pela arroba.

Por outro lado, as plantas habilitadas para exportação premiam o gado que atende os requisitos internacionais, bois ou novilhas de até 4 dentes, em até R$15/@. “Apesar do tempo seco que vem sendo observado já há algumas semanas, a oferta de animais cresceu abaixo do esperado, o que reflete a diminuição no rebanho brasileiro”, informou a Informa.

Confira:

>> Boi: diferencial de base nos preços da @ entre SP e regiões pecuárias do Centro-Oeste amplia e sinaliza movimentação na oferta

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta terça-feira:

>> BOI

Tags:
Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário