Com incertezas no mercado, preços futuros para o boi terminam a semana com recuo de 1,62% na B3

Publicado em 29/05/2020 16:51 312 exibições

LOGO nalogo

A semana termina com recuo nos principais contratos negociados na Bolsa Brasileira (B3). O vencimento Maio/20 terminou a semana com uma perda de  0,29% se comparado com a sexta-feira da semana anterior. No caso do contrato Junho/20 a queda foi de 1,34% ao longo da semana.

O Julho/20 teve uma desvalorização de 1,62% frente aos preços do fechamento da sexta-feira (22) passada. No caso do contrato Outubro/20, os preços recuaram 1,54% frente ao observado na última semana.

Nesta sexta-feira (29), os contratos futuros para o boi gordo finalizaram com desvalorizações na Bolsa Brasileira. O Maio/20 terminou o dia cotado a R$ 204,95/@ e  com uma queda de 0,29%. O Junho/20 registrou um recuo de 1,09% e está precificado a R$ 199,30/@.

O vencimento Julho/20 teve um descrécimo de 0,87% e foi negociado a R$ 200,25/@, enquanto, o contrato Outubro/20 finalizou o dia com uma baixa de 0,49% e está cotado a R$ 202,00/@. 

De acordo com o analista da AgroAgility, Gustavo Figueiredo, os contratos futuros estão muito incertos e os pecuaristas não conseguem comprar um animal e ver a margem de lucro nos próximos meses. “Quando estávamos com um cenário econômico altista e com o ciclo pecuário de baixa, nós tínhamos um ágio nos preços futuros. Hoje, em todos os contratos depois do vencimento Maio/20 estão operando com deságio”, comentou em entrevista ao Notícias Agrícolas.

Preços

No aplicativo da Agrobrazil, houve negócios para o boi comum na região de Ubiratã/PR de R$ 188,00/@, à vista e com data do abate em 03 de junho. No município de Inhumas/GO, o valor negociado para arroba do boi comum foi de R$ 190,00/@, à vista e com data para abater programada para dia 08 de junho.

De acordo com o levantamento da Scot Consultoria, as referências para a arroba registraram valorização de 0,53% no final desta semana na região de Barretos/SP, na qual o preço está em torno de R$ 191,00/@. As cotações para o boi registraram uma alta de 1,11% na localidade de Goiânia/GO e que está precificado a R$ 182,00/@. 

Já em Campo Grande/MS, os preços da arroba seguem estáveis e estão próximos de R$ 175,50/@, à vista e sem descontar o funrural. No município de Cuiabá/MT, a arroba está cotada a R$ 170,50/@ e finalizou sem alterações. 

Confira como as cotações da arroba de comportaram durante os dias 15/05 a 29/05

Variações semanais para o boi gordo | Elaborado por Notícias Agrícolas

O indicador Indicador do boi CEPEA/B3 teve uma ligeira alta de 0,07 % se comparado com os preços do fechamento da última sexta-feira (22), que estava cotado ao redor de R$ 203,55/@. Nesta quinta-feira (28), o indicador encerrou o dia precificado a R$ 203,40/@ com uma queda de 1,09%.

No início desta semana, o indicador encerrou cotado a R$ 206,65/@ com uma valorização de 1,52%. Na terça-feira (26), o indicador registrou uma queda de 1,14% e terminou cotado a R$ 204,30/@.

O Cepea informou em seu boletim semanal, os preços da arroba do boi gordo têm sido sustentados pelo mercado externo aquecido e pela oferta restrita de animais prontos para o abate neste período de entressafra brasileira.

Confira a evolução do indicador CEPEA/B3 nos dias 22/05 a 28/05

Variações semanais para o boi gordo | Elaborado por Notícias Agrícolas

Segundo as informações da Agrifatto, as exportadoras que enviam carne bovina à China começam a relatar pedidos de renegociação de mercadorias. “O que pode refletir em um menor volume enviado ao exterior entre maio e junho”, ressaltou.

Diante do retraído consumo de carne bovina nos grandes centros urbanos, os frigoríficos tentam cumprir escalas regulares de até uma semana, adequando a produção ao escoamento dos cortes para o mercado doméstico, conforme a Informe Economics FNP divulgou em seu acompanhamento diário.

Confira a entrevista na completa:

>> China quer renegociar preços da carne bovina brasileira e frigoríficos se preocupam com uma desaceleração nas compras

Leia mais:

>> Com Chile e Rússia fora das compras, China retoma participação de 50% nas exportações de carne bovina

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta sexta-feira:

>> BOI

Tags:
Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário