Preço da arroba segue sustentado diante da disputa por boiadas prontas em São Paulo

Publicado em 25/06/2020 17:02 226 exibições

LOGO nalogo

Nesta quinta-feira (25), as indústrias frigoríficas realizaram compras de pequenos lotes, o que não impactou na escalas de abate, e colaborou para a sustentação dos preços da arroba no mercado físico.  No levantamento da Scot Consultoria, a arroba registrou uma valorização de 0,9% ou R$2,00/@ frente ao último fechamento (24/6).

Conforme a Scot Consultoria divulgou a cotação do boi gordo na praça está em R$215,00/@, bruto e a prazo, R$214,50/@, livre de Senar, também a prazo, e em R$212,00/@, descontados os impostos (Senar e Funrural). Já o Boi China acontecem negócios em torno de R$215,00/@ até R$220,00/@, bruto e à vista.

Os participantes do aplicativo da Agrobrazil informaram negócios para o Boi China na região de Nhandera/SP de R$ 220,00/@, à vista e com data para o abate em 01 de julho.Na localidade de Chapadão do Sul/MS, o valor negociado da arroba para o animal que atende o mercado externo foi de R$ 209,00/@, à prazo com dez dias para pagar e com data para o abate em 01 de julho.

De acordo com o Analista de Mercado da Agrifatto, Yago Travagini Ferreira, as valorizações da arroba estão mais constantes e sustentadas se comparada com o final de 2019. “No final do ano passado, os preços da arroba atingiram o patamar dos R$ 230,00 só que não se consolidou neste patamar”, comentou em entrevista ao Notícias Agrícolas.

A estimativa é que em curto prazo a referência para a arroba fique próxima de R$ 220,00, mas já existem negócios pontuais nestes valores. “Em um período de 15 a 20 dias, esse patamar de preço deve ser consolidado e negócios a R$ 230,00 podem ocorrer a partir de agosto”, relatou Travagini.

Em seu relatório diário a Radar Investimentos destacou que a disputa por boiadas prontas em São Paulo está bem acirrada e alimenta uma escala de preços no mercado físico. “Este cenário não se limita no estado e também é visto em Goiás, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais e Mato Grosso”, apontou.

A Agrifatto ainda reportou que as vendas de carne no atacado voltaram a dar sinais de uma possível melhora para os próximos dias e, consequentemente, alta nos preços atuais. Porém, até o momento as cotações se mantêm balizadas em R$ 13,80/kg da carcaça casada.

Segundo as informações da Informa Economics FNP, a China segue com forte apetite comprador mesmo após o anúncio de maiores restrições como prevenção ao COVID-19. “Apenas uma planta brasileira, em Rondonópolis-MT, teve suas exportações paralisadas temporariamente. Grandes frigoríficos do país seguem com os embarques regulares e atendendo as diretrizes sanitárias para evitar paralisação das operações”, ressaltou.

Mercado futuro

O mercado futuro do boi gordo finalizou a sessão desta quinta-feira (25) com valorizações na Bolsa Brasileira (B3). O contrato Junho/20 terminou o dia cotado a R$ R$ 218,00/@ e com um ganho de 0,93%.

O julho/20 está precificado a R$ 219,70/@ e teve um aumento de 0,78%. Já o Agosto/20 encerrou o dia com um avanço de 0,93% e foi negociado a R$ 217,00/@ e o contrato Outubro/20 teve uma alta de 1,00% e está cotado a R$ 217,50/@.

Confira como ficaram as cotações para o Boi Gordo nesta quinta-feira:

>> BOI

Tags:
Por:
Andressa Simão
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário