Tamanho da safra brasileira de café pode surpreender fundos investidores, diz CNC

Publicado em 08/05/2012 14:57 532 exibições
O presidente do Conselho Nacional do Café (CNC), Silas Brasileiro, afirmou que os fundos que apostam na continuidade de um recuo dos preços do café em função das apostas de uma safra recorde no Brasil podem se surpreender com o tamanho da colheita brasileira. O executivo lembra que as variações climáticas, como a seca em março e abril, podem comprometer a produção nacional. "Pode ser um susto no mercado", disse Brasileiro. 

Enquanto algumas consultorias privadas projetam a safra brasileira em 55 milhões de sacas, a Conab (Companhia Nacional de Abastecimento) estima algo entre 48,97 milhões e 52,27 milhões de toneladas. 

Os fatores climáticos são bastante influentes nas negociações internacionais do mercado do café, ainda mais se tratando do Brasil, o maior produtor mundial da commodity. Informações de meteorologistas mostram que as baixas temperaturas nas últimas terça e quarta-feira não foram suficientes para causar danos aos cafezais e o bom volume de chuvas em importantes regiões produtoras de São Paulo e Minas Gerais favoreceu as lavouras em período de granação e maturação dos grãos. 

No entanto, estudos feitos a campo mostram que as primeiras sacas colhidas apontam para uma baixa produtividade, com uma casca mais grossa, o qeu gera menos renda para os produtores. Essa condição, segundo uma apuração do Valor Econômico, dá se dpeois das precipitações escassas registradas em fevereiro e março. 

Por outro lado, nos próximos dias a colheita deverá ser favorecida por conta da falta de chuvas. 

Com informações do Valor Econômico. 
Tags:
Por:
Carla Mendes
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário