Café: Relatório do USDA faz preços despencarem em NY: Perdas ultrapassam os 300 pts

Publicado em 28/05/2020 12:39 824 exibições

LOGO nalogo

Os preços do mercado futuro do café arábica despencaram na manhã desta quinta-feira (28) depois que os números do USDA indicaram uma safra recorde de 67,9 milhões de sacas para 2020/21. 

Por volta de 12h38 (horário de Brasília), julho/20 tinha baixa de 305 pontos, valendo 99,45 cents/lbp, setembro/20 registrava  baixa de 295 pontos, negociado por 101,25 cents/lbp, dezembro/20 registrava queda de 280 pontos, negociado por 103,55 cents/lbp e março/21 tinha baixa de 260 pontos, sendo negociado por 105,80 cents/lbp.

Para o tipo arábica, o relatório aponta que a produção deverá ficar em torno de 47,8 milhões de sacas de 60kg, com elevação de 17% em comparação com a temporada anteior. A colheita no Brasil começa a ganhar intensidade e segundo os números da Cooxupé, no sul de Minas Gerais, cerca de 6% do café já foi colhido.

Já para o Conilon, os números indicam uma produção 20,1 milhões de sacas, com aumento de 1,8 milhão de sacas em comparação com a safra passada. "Os principais estados produtores foram favorecidos por volumes abundantes de chuvas, uso aprimorado de boas práticas de manejo de culturas e mudas clonais", destaca o relatório.  

Veja o relatório completo aqui: 

Café: USDA aponta safra recorde de 67,9 milhões de sacas para 2020/21

 

Tags:
Por:
Virgínia Alves
Fonte:
Notícias Agrícolas

0 comentário