Inundações podem prejudicar lavouras chinesas, segundo USDA

Publicado em 02/09/2013 09:27
2075 exibições

Inundações ocorridas no Nordeste da China podem ter afetado cerca de 2 milhões de hectares de terras produtivas, informou o Serviço de Agricultura Estrangeira do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (USDA), citando estimativas locais.

A região enfrentava chuvas de verão bastante intensas e incomuns, com precipitações de 40% a 50% acima do normal, resultando em áreas inundadas e alagadas.

O nordeste da China é uma das regiões agrícolas mais importantes do país asiático. Lá são produzidos cerca de 42% do milho chinês, 45% da soja e 16% do arroz, de acordo com dados de 2011. Os mesmos dados apontavam para um número estimado de 28,7 milhões de hectares de área plantada.

O relatório americano aponta que os estragos devem ser maiores na soja chinesa, que ocupam a maior parte do território, enquanto os danos do milho e do arroz devem ser um pouco menores.

Este prejuízo pode ser compensado por rendimentos mais altos em áreas fora das zonas inundadas pelas cheias. A umidade, no entanto, pode deixar as áreas mais propícias a doenças e danos causados por insetos. Os atrasos na colheita relacionados ao clima também podem levar a perdas de geada precoce.

Traduzido por Izadora Pimenta

Tags:
Fonte: Bloomberg

Nenhum comentário